(2001)

poster

Sinopse

Não existe uma sinopse para este filme.



Visitantes
Visitantes
3.9 (75 votos)
O meu voto
Login / Registo
PTGate
PTGate
2.5

Detalhes

Ano: 2001
Estreia nacional: 05 de Abril de 2002
Estreia mundial: 08 de Junho de 2001

País: México, EUA
Género: Comédia, Drama, Romance

Realização:
Alfonso Cuarón

Intérpretes:
Maribuel Verdu, Gael García Bernal, Diego Luna, Daniel Giménez Cacho

Outros títulos:
And Your Mother Too

Links:
www.ytumamatambien.com (site oficial)
a772.g.akamai.net/5/772/51/89eaeb3f5db366/1a1a1aaa2198c62... (trailers)

A crítica

ver todas
(...) olhar fresco e vivo sobre a sexualidade adolescente”
Mário Jorge Torres, Público
Antes de se converter num banalíssimo «road movie», consegue ser um filme interessante, sobretudo na criação de ambientes, atravessados por um olhar que mistura empatia com ironia”
Kathleen Gomes, Público

Blogs

5.0/5E a Tua Mãe Também / Y Tu Mamá También (2001)
Conjurado pelos relampejantes desempenhos interpretativos de Diego Luna, Gael García Bernal e Maribel Verdú e pelo fulgente argumento de Alfonso e Carlos Cuarón, A Tua Mãe infunde-se como um irrefutável pináculo cinemático nos históricos anais do cinema mexicano, que teve aqui um dos seus mais fulgurosos apanágios.”
seeSAWseen, 5/Jul/2010
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

3.5/5jonas jonas 13 de Março de 2011 às 06:59

Para quem ja viu o filme , imagino que muitas dessas pessoas ficaram a pensar..É a dita adolescencia..e o desvaneio que dela faz parte. Mas ha sempre uma coisa que para mim é moral e é uma questão de respeito..as namoradas dos meus amigos sao homens :) Sigam o conselho..se prezam as amizades que teem. 3.5*

5.0/5Valverde Valverde 19 de Julho de 2010 às 11:51

Um filme que vai crescendo com o tempo. Cresce a apreciação do espectador para com os personagens, cresce a ligação do trio de personagens e depois, mais tarde, cresce o filme como obra, pois existe por ali, no momento em que a viagem começa, um mundo de exploração real e nostalgico.

3.0/5onomatopeias onomatopeias 22 de Julho de 2009 às 09:19

Um filme sem grandes rodeios e que limita-se a explicar o quanto que a sexualidade nos adolescentes pode ser complexa.