(2002)

poster

a crítica

Na primeira parte de IRREVERSÍVEL, você pensa que o filme é um nojo e não o merece a si como espectador. No final você vai pensar que não merece ser espectador de filme tão magnífico.”
Miguel Somsen, Premiere
Basta dizer que, no meio do barulho mediático, do barulho sonoro e visual, o que fica deste filme não é violação, não é o 'choque'. É o apaziguamento, o silêncio - quase que apetece dizer, sem truques.”
Vasco Câmara, Público