(2002)

poster

a crítica

The movie at first seems soundly grounded in everyday reality, in the routine of a predictable job. When Romanek departs from reality, he does it subtly, sneakily, so that we believe what we see until he pulls the plug.”
Roger Ebert, Sun-Times
CÂMARA INDISCRETA é um filme muito acima da média: o que existe é uma sucessão de pequenos sinais em que nós sentimos a arquitectura mental de Sy Parrish a desmoronar a pouco, a transitar da pacatez para a violência”
João Miguel Tavares, Premiere