Duas (2002)

poster

a crítica

DEUX não precisava de ser tão desajeitado, especialmente na gestão da escatologia. De resto dá-nos um prazer quase inebriante. O espectador pode ficar corado.”
Rui Pedro Tendinha, Premiere
(...) não vá o espectador ao engano e pensar que este filme se trata de uma confissão vulgar: Schroeter tem ideias de cinema e um universo figurativo suficientemente poderoso (...) A liberdade que o cinema precisara sempre.”
Francisco Ferreira, Expresso