Cidade de Deus (2002)

poster

Sinopse

Cidade de Deus é uma das favelas mais perigosas do Rio de Janeiro. Buscapé, um menino pobre de onze anos, vive amedrontado pelo futuro que o espera num ambiente violento. Apesar de tudo, Buscapé descobre que pode ver a vida com outros olhos, os de um fotógrafo.



Visitantes
Visitantes
4.2 (328 votos)
O meu voto
Login / Registo
PTGate
PTGate
3.8

Detalhes

Ano: 2002
Estreia nacional: 28 de Março de 2003
Estreia mundial: 30 de Agosto de 2002

País: Brasil
Género: Drama, Romance

Realização:
Kátia Lund, Fernando Meirelles

Intérpretes:
Matheus Nachtergaele, Alexandre Rodrigues, Leandro Firmino da Hora, Alice Braga

Outros títulos:
City of God

Links:
www.cidadededeus.com.br (site oficial)
www.cidadededeus.com.br/trailer_320.htm (trailers)
www.imdb.com/title/tt0317248

Filmes relacionados

Cidade dos Homens (2007)

A crítica

CITY OF GOD does not exploit or condescend, does not pump up its stories for contrived effect, does not contain silly and reassuring romantic sidebars, but simply looks, with a passionately knowing... mais ››
Roger Ebert, Sun-Times
(...) é uma obra que vale por dez programas de televisão, 20 discursos de políticos e 30 teses sociológicas sobre a fatalidade da pobreza e as causas da criminalidade nos morros (...) poucas vezes um... mais ››
Eurico de Barros, Diário de Notícias

Blogs

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

4.5/5Mónica Bonjour Mónica Bonjour 30 de Março de 2012 às 11:36

Pertubante, real, cru de floriados, violento. acho que nos fica na memória pelo desenvolvimento dos acontecimentos que a historia nos vai guiando que ao mesmo tempo são ividentes mas outros inesperados.

2.5/5..::Cátia Cruz::.. ..::Cátia Cruz::.. 12 de Junho de 2011 às 14:25

É um bom ensaio sobre a realidade brasileira, ninguém o pode negar. Mas não me cativou minimamente. É muito cansativo, confuso e barulhento... É uma questão de gostos...

2.0/5Frankie Freaky Frankie Freaky 5 de Novembro de 2010 às 09:18

Um olhar chocante e perturbador, mas, ao mesmo tempo, atraente e provocador, da vida nas favelas do Rio de Janeiro.

Um épico devastador e desconfortável sobre as raízes monstruosas da criminalidade juvenil, que causa um verdadeiro impacto no espectador.

Talvez não agrade a todos os tipos de público, pois não é fácil de ver e muito menos de digerir, mas não deixo de sublinhar que se trata de um excelente filme.

*131º comentário cinematográfico*