Dogville (2003)

poster

Sinopse

Grace (Nicole Kidman) parte para Dogville, uma pequena aldeia nas Montanhas Rochosas, em fuga de um grupo de «gangsters». A comunidade aceita acolhê-la em troca de trabalhos prestados, mas quando descobre o real motivo da vinda de Grace exige um acordo mais favorável...



Visitantes
Visitantes
4.0 (120 votos)
O meu voto
Login / Registo
PTGate
PTGate
4.0

Detalhes

Ano: 2003
Estreia nacional: 10 de Outubro de 2003
Estreia mundial: 21 de Maio de 2003

País: Dinamarca, Suécia, França, EUA
Género: Drama, Thriller

Realização:
Lars von Trier

Intérpretes:
Nicole Kidman, Paul Bettany, Chloë Sevigny, Patricia Clarkson, James Caan, Lauren Bacall, John Hurt

Links:
www.dogville.dk (site oficial)
www.dogville.dk (trailers)

Filmes relacionados

Manderlay (2005)
Dogville Confessions (2003)

A crítica

(...) um desconcertante cruzamento de representação teatral, reportagem televisiva e «happening» existencialista (...) No seu contido esplendor, «Dogville» é um produto da idade das ilusões em que a... mais ››
João Lopes, Diário de Notícias
É decerto uma das desilusões do ano. Uma sofrível parábola filosófica com sufocante fundo jansenita e de um cinismo sem redenção (...) Mais vale o «making of»”
António Cabrita, Expresso

Blogs

4.5/5Dogville, por Tiago Ramos
Muitas das filosofias de vida intemporais admitem que para atingir o estágio final de auto-realização é necessário um total sentido de despojamento. Lars von Trier tenta fazer o mesmo com Dogville: uma obra despojada de quaisquer artifícios que, ao abdicar dos cenários e adereços, privilegia o interior de cada uma das personagens, distinguindo o essencial do supérfluo.”
Split Screen, 22/Out/2009
5.0/5Dogville
Eis, muito provavelmente e para além de todas as intenções estéticas, a mais simples e genuína essência do cinema.”
Cineroad, 7/Jul/2009
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

2.5/5André Filipe Moreira Santos André Filipe Moreira Santos 4 de Novembro de 2011 às 23:11

DESILUSÃO!! A grandissima actuação de Nicole Kidman e a originalidade nos cenários não chegam para um filme chato sobre a maldade do ser humano...
von Trier mais uma vez também demonstra a sua maldade em sacrificar o sexo feminino nos seus filmes...
2.5*

4.0/5Luís Fonseca Luís Fonseca 19 de Agosto de 2010 às 00:32

Igual a si mesmo este realizador. Alguém lhe diga que tambem existem pessoas de bem!

4.5/5JoãoC. JoãoC. 6 de Fevereiro de 2009 às 00:05

Genial... No início tive um pequeno choque, as com o passar dos minutos fui-me habituando aos cenários e fiquei completamente deslumbrado... muito bom. Mostra como o ser humano é, de uma forma nua e crua, chega a provocar uma certa revolta..