Dogville (2003)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

2.5/5André Filipe Moreira Santos André Filipe Moreira Santos 4 de Novembro de 2011 às 23:11

DESILUSÃO!! A grandissima actuação de Nicole Kidman e a originalidade nos cenários não chegam para um filme chato sobre a maldade do ser humano...
von Trier mais uma vez também demonstra a sua maldade em sacrificar o sexo feminino nos seus filmes...
2.5*

4.0/5Luís Fonseca Luís Fonseca 19 de Agosto de 2010 às 00:32

Igual a si mesmo este realizador. Alguém lhe diga que tambem existem pessoas de bem!

4.5/5JoãoC. JoãoC. 6 de Fevereiro de 2009 às 00:05

Genial... No início tive um pequeno choque, as com o passar dos minutos fui-me habituando aos cenários e fiquei completamente deslumbrado... muito bom. Mostra como o ser humano é, de uma forma nua e crua, chega a provocar uma certa revolta..

4.0/5José Ribeiro José Ribeiro 16 de Novembro de 2008 às 00:54

Excelente!! Uma critica intemporal aos, que nos chamamos, "SERES HUMANOS". Apaixonante.. Nicole deslumbrante.. Agradavel surpresa.. PARABENS!!!

4.0/5kkl kkl 11 de Novembro de 2008 às 15:09

este filme é simplesmente extraordinario..
embora ao inicio nos deparemos com um filme um tanto ou quanto esquisito dado que mais parece uma peça de teatro, tem um historia muito forte, que nos envolve completamente!

4.0/5Valverde Valverde 13 de Abril de 2008 às 20:50

Dogville é o resultado de uma soma de duas coisas que se procuram no cinema. Originalidade e idealizações. Portanto, o cinema pode agradecer a Dogville, pois no meio de todo o ambiente irreal, está uma história da mais realistica essencia possivel.

5.0/5kimERA kimERA 21 de Fevereiro de 2008 às 22:20

Muito cru, muito forte, muito sensível, muito irreal, muito diferente e muito bom. Não é de facto um filme normal, e quando vi o cenário fiquei desiludido mas um pouco de paciência levou-me a adorá-lo. Envolvi-me completamente no filme e no dia a seguir dei por mim a pensar em pormenores.
Nicole Kidman faz o papel da sua carreira.

5.0/5Mário Mário 1 de Outubro de 2007 às 00:51

Mais uma grande obra do lendário realizador Lars Von trier! Um cebário único na história do cinema, com uma história poderosa e ao mesmo tempo simples! Um filme de eleição.
5*

Bruno Saldanha
Bruno Saldanha 27 de Agosto de 2006

Foi a maior surpresa que tive de 2003, quando comecei a ver o filme pensei iria ver uma daquelas divagações que nos temos de esforçar muito para compreende. Mas não.
Adorei o filme, considerando-o um marco no cinema. Na minha opinião tem imensa qualidade, algo que este realizador nos tem habituado.
Está no meu Top 10.

mourao
mourao 3 de Junho de 2006

Um filme surpreendente num cenario irreal e ao mesmo tempo tao verdadeiro e real.Uma peça de "teatro" que nos fala da vida,da nossa relaçao com terceiros e da tamanha crueldade que imana do ser vivo.Nicole Kidman com mais uma interpretaçao fantastica.

Joana
Joana 7 de Janeiro de 2006

Nicole kidman está excelente neste filme com uma representação única que poucos conseguem. Fez-me pensar na maldade humana e o que nós somos capazes de fazer.

dirty
dirty 21 de Dezembro de 2005

Notável! Sem dúvida um dos filmes da minha vida! Ao longo da sessão senti-me terrivelmente envergonhada por o ser humano ser capaz de tanta maldade e mesquinhez, mas no final senti-me exorcisada dessa culpa!... O mais importante é que me fez reflectir na minha condição humana...

LAURA
LAURA 22 de Outubro de 2005

Não estava á espera que o filme fosse assim, no principio ate fiquei a pensar que não iria prestar para nada mas foi exactamente ao contrário adorei o filme.
A Nicole Kidman está fantástica neste.

EWILAN
EWILAN 3 de Abril de 2005

O meu filme de eleição. Uma interpretação soberba de Kidman e um filme extraordinário de Lars von Trier. Intenso, terrível, alucinante.

Giovanna
Giovanna 16 de Junho de 2004

Ninguém pode deixar de ver esta obra-prima! Não é sempre que o Cinema produz algo assim. Excelente!!!

Kel
Kel 4 de Abril de 2004

Uma fábula da previsibilidade da inconstância. Não sabia se era vergonha o que sentia ou admiraçao misturada à esperança na racionalidade crítica. O que me parecia definido e, portanto, cirrado fortaleceu-se e nós...puxa...que turbilhão é esse?

Helga 
Helga 21 de Fevereiro de 2004

É o tipo do filme em que o expectador AMA ou ODEIA. Na sessão a que fui muita gente saiu com meia hora de projeção. Mas os que tiveram coração e cabeça para seguir, não se levantaram até que todos os créditos fossem exibidos. Excelente filme. Imperdível, se você gosta de cinema que "dá o que pensar".

Milena
Milena 25 de Dezembro de 2003

Sem palavras!!!! MARAVILHOSO!!!!

Tiago Grilo
Tiago Grilo 19 de Novembro de 2003

Notável. Venham mais dois

ines
ines 17 de Novembro de 2003

o filme da minha vida... tocou-me fez pensar sobre a vida.. a mais linda obra prima que ja vi... sinceros parabens.. nao percam.. vale a pena ler nas entrelinhas..

mariana
mariana 12 de Novembro de 2003

filme espectacular! lars von trier é um senhor.. um revolucionário do cinema.. nunca antes tinha sido feito um filme deste genero. e bem conseguida a junção so teatro, literatura e cinema parabens!