(2004)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

3.5/5Bruno Ricardo Moreira da Costa Bruno Ricardo Moreira da Costa 15 de Janeiro de 2013 às 08:35

É um filme violento de Mel Gibson. Um dos dramas biográficos que marcou a história no século I.

Com Jim Caviezel no papel de Jesus Cristo, um homem que salva vidas que foi condenado pelos malvados romanos e depois crucificou para a morte.

becas becas 5 de Janeiro de 2010 às 00:55

E quase doentio mas o que me fez gostar deste filme foi a sua extrema violencia,gibson como sempre polemico mas muito abaixo de braveheart 3*

4.0/5Maaaaaaat Daaamooooon Maaaaaaat Daaamooooon 18 de Junho de 2009 às 20:36

Mel Gibson mostra-se dotado tanto como actor como realizador. Depois de "Braveheart" Gibson mostra-nos as últimas horas de Cristo, da forma mais realistica, crua possível. Exactamente como é a realidade da natureza humana.

4.5*

4.0/5Vitinha Vitinha 30 de Março de 2009 às 17:42

excelente filme,nu e cru mostra o que sofreu aquele Homem que foi Jesus Cristo com uma imagem poderosissima,nao costumo ver filmes do genero mas este e obrigatorio para toda a gente

4.0/5Lourenço Lourenço 9 de Agosto de 2008 às 05:45

excelente, dificilmente se conseguiria passar melhor a crucificacao de cristo para a tela. 4*

5.0/5Lord of the Rings Lord of the Rings 25 de Julho de 2008 às 11:20

A paixao de cristo!
O nome diz tudo, é chocante ver este filme, mas é o que a religiao diz...
Gostei muito...

5.0/5Luis Carvalho Luis Carvalho 7 de Julho de 2008 às 21:34

João Lopes dizia: “Claro que o simplismo dramático e dramatúrgico de Mel Gibson o coloca muito longe do génio de De Mille e de títulos como SANSÃO E DALILA ou OS DEZ MANDAMENTOS". De simplismo o filme não tem nada, trata-se da melhor descrição da Paixão de Cristo, o sofrimento é assim que nos é relatado. Portando embora brilhantes os titulos sugeridos por João Lopes, este é sem dúvida nenhuma o grande filme bíblico. Nada lhe é comparado, e quanto às interpretações como cenários são excelentes. Este não é um bom filme, este é, sem dúvida, um grande filme. Quem o vir nunca mais o esquece, e pelas melhores razões, porque ele será um marco no relato da vida de Jesus.

2.5/5kimERA kimERA 17 de Janeiro de 2008 às 01:28

Não gostei, mas talvez por não gostar do estilo. Admito que esteja bem feito.

4.5/5xatafakap xatafakap 19 de Novembro de 2007 às 16:01

Acham o filme violento? Não passa do retrato fiel do tipo de pessoas que podem ser nossos vizinhos!! O realismo de Gibson é, sem dúvida, o seu ponto forte.

5.0/5ludgero ludgero 17 de Outubro de 2007 às 18:18

um filme que mostra a realidade do passado mas tabem a crueldade das pessaoas de hoje não ha exageros so maldade das pessoas

4.0/5Nuno Silva Nuno Silva 26 de Agosto de 2007 às 12:42

Um filme de excelente qualidade com um realismo impressionante embora de uma violência tremenda e muito provavelmente exagerada.

4.0/5Antonius Antonius 23 de Agosto de 2007 às 13:55

Sublime, introspectivo. Mais que não seja, não deixa ninguem indiferente.
Não aconselhável a pessoas sensiveis.

5.0/5Bruno Bruno 6 de Agosto de 2007 às 15:16

Um filme forte sobre as ultimas 12 horas de Cristo.
Chocante, emocionante e realmente forte.
Recomendo a pessoas fortes.

4.0/5MantorrasBranko MantorrasBranko 18 de Julho de 2007 às 02:10

Este filme para mim tem duas grandes qualidades que foram o ter sido falado nas línguas daquele sítio e daquele tempo, que dá um grande realismo, e o ter conseguido abranger um filme religioso a todo o tipo de pessoas e tê-las feito reflectir. A violência talvez tenha sido exagerada mas foi uma forma de acentuar a ideia do grande sofrimento de Cristo. Concordo que haja partes um pouco monótonas mas também há cenas de grande simbolismo e sentimento.

Jonas
Jonas 10 de Janeiro de 2007

o grande talento de mel gibson como realizador depois de braveheart....esta neste filme....retrata o mais real possivel o k aconteceu kom jesus cristo....nao era o k keriamos? ver o k realmente aconteceu? ora aí esta a resposta....4.5*

Zetti
Zetti 10 de Novembro de 2006

O unico filme de jeito sobre Jesus é "A ultima tentaçao de Cristo" de Martin Scorsese. Este é mais um "blockbuster".

joanavrilfanatic
joanavrilfanatic 27 de Julho de 2006

Decepçao total so nao atribu-o 2 ao filme devido aos efeitos especias.
Na minha opiniao esta extremamente exagerado e sem mensagem. O Mel Gibson surpreendeu-me muito pela negativa.

Tixinha
Tixinha 21 de Maio de 2006

demaisado chocante..
se o objectivo era polémica..100% concretizado

Luís Costa
Luís Costa 25 de Abril de 2006

Filme que retrata de forma espectacular a paixão (do Latino: passione = sofrimento) de Cristo nas suas ultimas horas de vida.

Jimmy Osório
Jimmy Osório 14 de Abril de 2006

Luís Salvado define muito bem:
"se a perspectiva de Gibson é compreensivelmente polémica, o que parece inegável é o apuro formal com que o filme foi concretizado. Desde a excelência de todas as interpretações à altíssima qualidade da fotografia passando pela espantosa caracterização"
Polémico...só para quem quiser procurar polémica.
Bom trabalho de Mel Gibson.
4*/5*

Miguel Valente
Miguel Valente 8 de Fevereiro de 2006

Porrada... Sangue... havia algo mais para ver neste filme? Do pior que já vi.

Fabio
Fabio 25 de Dezembro de 2005

bem eu tenho o dvd mas n posso comenter mto pk adormeci nos primeiros 10 minutos!!

Linkin
Linkin 4 de Setembro de 2005

Corajosa. Assim defino a atitude de Mel Gibson ao decidir trazer-nos este filme. Dor e tristeza presentes durante todo o filme. Dores causadas no espectador que se fazem sentir de forma estranhamente pessoal. Sem descurar a história mais conhecida da humanidade, as representações estão divinais, todos os actores foram bem escolhifos e fazem juz ao que tinha de ser feito. Quem gosta de cinema não pode perder.

NigMa
NigMa 10 de Agosto de 2005

na minha opinião.... não gostei nada... pk é um filme que aposta no Impressionismo.... e com tortura do principio ao fim, sem mt enredo...

Telma
Telma 3 de Junho de 2005

Eu não sou cristã, mas este filme é o melhor que já vi em toda a minha vida!!!! Tem história, bons actores, comove e revolta! E principalmente, tem a lingua original da história. Porquê que os filmes têm que todos serem em inglês?? O filme é excelente!

EWILAN - fixa este nome!
EWILAN - fixa este nome! 3 de Abril de 2005

O filme é obrigatório, com boa imagem e boas interpretações.3,5

freddy
freddy 20 de Fevereiro de 2005

Sou Sincero, Emocionou-me, Mas Sou Contra Os Filmes Religiosos

João Pedro
João Pedro 24 de Dezembro de 2004

Uma surpresa talvez, muito realista, realista demais pra muitos aceitarem.

Ana Patrícia Duarte
Ana Patrícia Duarte 16 de Dezembro de 2004

Apesar de não roçar sequer o típico filme de HollYwood,Mel Gibson conseguiu surpreender-me de forma positiva,ao mostrar-se capaz de produzir uma verdadeira tela artística que nos conduz a artistas (pintores) tão célebres como, Rembrandt,Vélasquez,e muitos outros...

Hugo Gomes
Hugo Gomes 21 de Novembro de 2004

O filme é um nojo. Acho q em pleno seculo XXI não deviam realizar filmes religiosos.

Cristiano Flavio
Cristiano Flavio 1 de Outubro de 2004

Simplesmente o que aconteceu, ou melhor aproximadamente 1/3 do que foi o martirio do Cristo, basta que se leia os evangelhos com um minimo de atencao e se vera que o filme foi de uma fidelidade incrivel,o Mel Gibson em momento algum quiz somente causar polemica, muito pelo contrario, o filme e um verdadeiro convite a reflexao e a mudanca de algumas atitudes que muitas vezes tomamos.Eu vi, re-vi e vi novamente, confeco que me emocionei em todas elas, e inclusive comprei a fita para guardar e para servir de material de estudos.Recomendo sem medo de estar sendo exagerado, pois como qualquer estudioso do assunto, fiquei facinado com o realismo e fidelidade do mesmo.

carapau_gt
carapau_gt 22 de Julho de 2004

um pequeno comnetario contra o filme... numa parte do filme quando mostra a imagem da montanha com as cruzes, vêem-se umas escadas de "metal", naquela altura só existiam escadas de madeira!! Gostei do filme..

Têmis
Têmis 28 de Junho de 2004

O filme mostra o sofrimento verdadeiro de Cristo.E essa violência mostra o q ocorreu realmente.Então quem fala q o filme é violento, leiam a bíblia e tentem se colocar no local de Cristo!!!Q A PAZ DO SENHOR ESTEJA COM VCS!

pit
pit 5 de Junho de 2004

acredito que acima das intençoes cristãs e evangélicas,acima citadas o filme tenta chamar nossa atenção para maldades vigentes maldades que ocorrem na sociedade atual. Atentem a isso. ok!

João C.
João C. 4 de Junho de 2004

Só um leigo, que não percebe ou nunca leu nada sobre Jesus, pode achar que é um filme de violência gratuita, porque quem estudou um pouco sobre o sacrifío de Jesus, não ficou surpreendido com a imagem de Cristo ao ser pregado naquela cruz. Deviam lembrar-se que se esse sacrifício aconteceu foi por livre e espontanea vontade de Cristo para que o homem podesse salvar-se. Pelos os incrédulos também Jesus morreu; se não aceitam tanto pior para eles próprios. Deus não força ninguém.

Débora Revéz
Débora Revéz 19 de Maio de 2004

Axei muito bom alias eu sou crente tenho apenas 13 anos mas já percebo isso a minha mãe ñ é crete e vio filme.

Chavez
Chavez 18 de Maio de 2004

Um filme aconselhavel a todos akeles k acreditam na Fé Cristã , pois este relata de forma categórica as ultimas horas de Jesus de Nazaré

Sara
Sara 26 de Abril de 2004

Um grande filme, e quem o fez teve consciencia do estava a fazer, este filme dá-nos a oportunidade de reflectir um pouco sobre Jesus. Isto sim é um FILME QUE MOSTRA A VERDADE. MUITOS PARABÉNS AOS ACTORES E REALIZADOR. FORAM EXCELENTES!

Francisco Leal
Francisco Leal 21 de Abril de 2004

Este não é 1 filme qualquer. Em termos de realização só veio comprovar o génio k mel gibson realmente é. A representeção é fabulosa, sendo indetectáveis falhas na mesma. Todo o filme apresenta grande consistência a nivel de estrutura e argumento. Mas como factor mais importante: a mensagem que transmite e o seu tocar em qualquer coração aberto. Fenomeno interessante foi a reacção da audiencia apos o filme. Encontrei quem saisse chocado, desiludido, espantado, comovido, de tudo um pouco. Um filme como este não é facilmente esquecido, oferecendo-nos uma boa oportunidade de pensar e reflectir acreca do Filho de Deus enviado à terra para nos salvar. O filme termina com a imagem de um Cristo vivo, k não se fikou pela sua crucificação. Ele hj está sentado à direita de Deus e quer te dar a mão... Proucura-O na Biblia que é a Sua palavra. «Não ha maior amor do k aquele k dá a sua vida pelos seus amigos» Jesus te ama..

Moa 
Moa 17 de Abril de 2004

Tá concerteza esse filme foi um capricho de uma das pessoas com maior força em hollywood afinal apenas por alguem assim esse filme sairia do papel um épico sanguinario falado em latin só o Mel Gibson, fui assistir o filme sabendo por antecedencia das suas peculiaris caracteristicas , sabia mais ou menos por cima a historia de cristo, sou agnostico nunca tive paciencia de ir a igreja e mto menos de ler a biblia , mas ao ver o filme não fiquei impressionado com a crueldade pois jah fui preparado para isso , oq realmente me emocionou foram as partes tocantes , como quando pedro nega jesus , ou quando jesus está na cruz e os outros dois q estão sendo crucificados com eles dizem q eles mereciam mas ele naum ... Essas partes tenho certeza q fizeram as velhinhas chorarem tanto qto ele sendo massacrado .Mas pra mim oq realmente importa é que as pessoas como eu q nunca foram mto ligadas nisso se interessem a saber um poco mais dessa historia ...
E essa deve ter sido um dos motivos do Mel Gibson ter feito esse filme ..

Francisco Costa
Francisco Costa 14 de Abril de 2004

Para católicos praticantes (meu caso e de minha esposa) não achamos o filme assim tão sanguinolento, a bem da verdade, acredito que pode ter sido atépior o que fizeram com Jesus, o Cristo. O que mais importa, realmente, é a doce, forte e inegualável presença de Maria, mãe de Jesus e nossa, que, embora alguns dizem, mesmo que tivesse 150 filhos, um deles foi o Salvador e sofreu horrores agora presenciados no filme de Mel e, só por isso, é Santa. Sofre calada, sabendo do sofrimento, e, Mel, inspiradíssimo fez com que todos que a circundavam e criam em Jesus a chamassem de Mãe durante toda a fita. Valeu Mel Gibson, que Deus o ilumine sempre.

JC
JC 9 de Abril de 2004

Este é, sem qualquer dúvida, um dos filmes mais marcantes que tive a oportunidade de ver. À história mais extraordinária do Cristianismo, e para mim da Humanidade, associou-se um dos melhores realizadores da actualidade, e o resultado só podia ser uma verdadeira obra prima. A polémica só pode estar relacionada com o incómodo que provoca, a algumas pessoas, o facto de, ainda hoje, a história de Cristo ter o impacto que se constata. A estes convido a assistirem ao filme como se estivessem a assistir ao Gladiador ou Braveheart, e a opinarem de uma forma isenta sem que os seus próprios preconceitos lhes ofusquem a sua capacidade critica.

Thiago Castro - Brasília - Brasil
Thiago Castro - Brasília - Brasil 8 de Abril de 2004

Para começar gostaria de deixar minhas reclamações a estes internautas que falaram mal do filme. Vcs são ums bananas. Achei o filme muito bem produzido por Mel Gibson.
Mas este filme não é só mais um filme comun. è uma chance que Deus dá a todos os humanos de conhecerem a verda-de sobre Cristo Jesus, o Salvador, Jesus te ama português.
Thiago Castro - Brasília - Brasil.

Luís Rijo
Luís Rijo 8 de Abril de 2004

Não gostei do filme, violência gratuita e provocou-me tédio pela duração de algumas cenas. Este filme como pontuação merece um dois da minha parte.

Luiz.azeredo
Luiz.azeredo 30 de Março de 2004

O filme eh bom mas peca por nao mostrar o amor de Cristo em muitas passagens conforme a literatura.

CUT
CUT 30 de Março de 2004

Este filme não passa de uma escultura de sangue. Se houve muita gente, em êxtase, a assistir à crucifixação ao vivo, mais ainda hà nos cinemas a assistir a este espectáculo sanguinário.
NOTA: Não sou cristão acérrimo e adoro filmes de terror.

Andreia Martins
Andreia Martins 23 de Março de 2004

Desculpem la akeles que acham que a violencia foi demais, ja se devem ter esquecido de quem eram os romanos á pois é que o problema das pessoas é so verem os filmes da tvi á tarde na altura da pascoa em que a vida de Jesus é mtu bonita e kuando é preso e morre na cruz n sofre praticamente nada... Acho que se devem ter eskecido de ke typo de pessoas eram os romanos ou jah se eskeceram de que o coliSeu de roma servia para espétaculos em ke consistia por pessoas na arena e uns 5 ou 3 leos esfomeados... e so assim por acaso eles viam isso como um desporto e era mtu engracado para eles... por isso imaginem la o ke faziam a um condenado quando o torturavam ainda por mais alguem ke nao pertencia ao povo deles... Jesus, e se existiu realmente algum jesus como na historia ke smp nos ensinaram esses jesus sofreu mtu na mao dos romanos.... E quanto ao filme para óscares queiram saber ke o filme foi apenas um capricho de Mel Gibson que é um católico exemplar, nao houve nenhum estudia que aceitasse apostar no filme, ora pois o filme foi todo desembolsado pelo proprio MEl GIBSON, e valeu bem a pena em termos de um bom filme e em termos de lucro para o realizador.

António Batista
António Batista 22 de Março de 2004

Violento, polémico, quiçá excessivo nas suas pretensões. Mas o filme tocou-me pela forma como expõe a morte e o sofrimento cruel de um ser humano. E essa morte, essa violência não é glorificada no filme, está contextualizada. Ou alguém pensa que a crucificação e o calvário de Cristo foram um espectáculo bonito e "tele-chic"? A exposição a esta violência choca os espectadores, mas obriga-os a pensar sejam estes crentes ou não. Não é uma historinha de fadas com final moralista como a maioria dos filmes bíblicos são. O pior Cristo jamais filmado, disseram alguns críticos. Não, na minha oponião este foi o melhor cristo filmado, porque os outros eram obscenos na leveza com que foram representados. Mas já se sabe que se este filme fosse de um realizador "independente europeu" colheria outros louros na pseudo-intelectualidade que a maior parte dos críticos de cinema do nosso país representa. A veracidade da história retratada é muito questionável, mas não foi sempre a Bíblia um livro de contradições, cujas interpretações são feitas em função dos interesses individuais ou colectivos? Neste filme não interessa a verdade, vejam-no e saibam ler a mensagem que ele transmite a religiosos e não-religiosos, pois apesar de ser uma história com 2000 anos, a bestialidade retratada continua no meio de nós.

Jorge Ferreira
Jorge Ferreira 21 de Março de 2004

tanta espectativa fiz deste filme ja q todos os q tinham visto diziam que era demais, mt fixe, e ontem esperei bues pa ir ver e...que desilusao,e so sangue,a historia q todos conhecemos com sangue do inicio ao fim,mesmo um filme apenas pa s vender!

Dominique
Dominique 18 de Março de 2004

Violencia gratuita, muito marketing e muito dinheiro na conta de Mel Gibson.

Scooter
Scooter 16 de Março de 2004

Grande filme, muito bom, fizeram-me as lágrimas vir aos olhos, ao fim do filme sai tudo da sala em reflexão, impressionante, deixa mm uma pessoa impressionada e a pensar no filme durante várias horas.

pa
pa 15 de Março de 2004

o meu comentário em
http://moleskine.blogs.sapo.pt/

bruno 
bruno 13 de Março de 2004

Para comentar este filme uma frase xega.
"AND THE OSCAR GOES TO..."
Espectacular um dos melhores filmes que já vi (e não sou muito dado á religião) e dos mais violentos tambem.vi pessoas taparam a kara em certas cenas mais violentas quando o fui ver.A actuação do james caviezel das melhores que já vi (senão a melhor)e já tinha gostado da actuação dele noutros filmes.parabens ao Mel Gibson por aguentar a pressão de pessoas mais devotas e nos trazer este filme espectacular.

maria carreiro 
maria carreiro 13 de Março de 2004

este filme e espectacular foi a realidade que jesus sofreu por ele dizer que era o filho de deus este filme e um dos melhores que a parabens ao mel gibson a grande forca que tem de aguentar as criticas mais uma vez o filme foi espectacular

Leonor Xavier
Leonor Xavier 13 de Março de 2004

É um excelente filme!! Actuações brilhantes e o facto de o filme ser falado em latim e aramaico ainda o torna mais intenso.
Penso que o filme não tem nada de polémico..., retrata fielmente os factos comprovados da morte de Jesus. Porém é um filme extremamente violento, causa muita agonia e afecta psicologicamente. Mas é a tal violência que torna este filme tão intenso e poderoso. Parabéns Mel Gibson!