A Melhor Juventude (2003)

La Meglio Gioventù

poster

Sinopse

A história de uma família italiana desde o final dos anos 60 até aos nossos dias. Nicola e Matteo são dois irmãos que vão fazer reviver acontecimentos e lugares que tiveram um papel crucial na história de Itália: das cheias de Florença à luta contra a Máfia, dos grandes jogos de futebol da Itália às canções que marcaram gerações, dos movimentos estudantis terroristas, da crise dos anos 90 à tentativa de inovação e construção de um país moderno. As personagens perseguem os seus sonhos atravessando a História: crescem, magoam-se e criam novas ilusões em que apostam todas as suas energias.
[por Hugo Gomes]



Visitantes
Visitantes
3.9 (19 votos)
O meu voto
Login / Registo
PTGate
PTGate
3.0

Detalhes

Ano: 2003
Estreia nacional: 18 de Março de 2004
Estreia mundial: 22 de Junho de 2003

País: Itália
Género: Drama

Realização:
Marco Tullio Giordana

Intérpretes:
Luigi Lo Cascio, Alessio Boni, Adriana Asti

Outros títulos:
The Best of Youth

Links:
www.lamegliogioventu.com (site oficial)
www.atalantafilmes.pt/2004/amelhorjuventude/juventude.mov (trailers)
www.imdb.com/title/tt0346336

A crítica

ver todas
Vai crescendo junto do espectador à medida que ele vai entrando naquele mundo - há um lado folhetinesco terrivelmente sedutor.”
Luís Miguel Oliveira, Público
Com uma justeza emocional e um fôlego e um tempo épico e humilde. Como um grande filme épico dos bons velhos tempos.”
Jorge Mourinha, Público

Blogs

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

5.0/5Valverde Valverde 22 de Maio de 2011 às 18:50

A partir de certo ponto, deixamos de estar perante representações, perante direcções, perante o conceito artístico e técnico do cinema. A partir de certo ponto estamos perante a vida e o tempo, e como ambos andam sempre de mão dada. É uma das melhores experiências que se pode encontrar no cinema mundial; e que as seis horas de fita não sejam um muro para conhecer este espelho de vida, pois cada minuto é importantíssimo.

João Miguel João Miguel 16 de Julho de 2010 às 22:45

Uma Obra Prima!

5*

4.5/5Nada Nada 8 de Dezembro de 2009 às 18:47

Muito bom e instrutivo.