Hidalgo - O Grande Desafio (2004)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

4.0/5kimERA kimERA 17 de Junho de 2008 às 19:19

Fácil e bom de ver.

Pedro Almeida
Pedro Almeida 30 de Março de 2007

Gostei da história.

Jimmy Osório
Jimmy Osório 31 de Março de 2006

Luís Salvado diz tudo:
HIDALGO é um curioso e simpático filme de aventuras que não fica para a história mas se vê com agrado."
é agradável, tem uma história bem produzida.Viggo Mortensen volta a estar muito bem.
3*/5*

Adriano
Adriano 10 de Janeiro de 2006

Baseada numa história veridica , Hidalgo é mais do que uma Lenda , é a prova que o Animal é o Melhor Amigo do Homem , Uma Notavel Aventura das Crónicas do Lendário Hopkins e do seu inseparável amigo Hidalgo , os mais rápidos do Oeste.

Uma grande Aventura a não perder.

EWILAN - fixa este nome!
EWILAN - fixa este nome! 19 de Abril de 2005

Fraquinho.

Seal
Seal 4 de Abril de 2005

Eu já vi este filme e já o tenho.
O elenco é excecional e a história ainda mais.
Aconcelho a quem ainda ñ o viu a vê-lo pois é um bom flm.

Ricardo sousa
Ricardo sousa 13 de Maio de 2004

Mesmo sendo uma criança achei o filme muito bom especialmente quando o Hidalgo fica ferido e Frank Hopkins em vez de o matar retirou-lhe a lança e tentou curar o Hidalgo.
Moral: Amizade consegue tudo.

abcd
abcd 26 de Abril de 2004

Achei este filme bastante bom! Depois do Senhor dos Aneis, esperava que Viggo Mortensen se dedicasse a um bom filme em que ele tivesse o papel pricipal. De facto foi isso que aconteceu. A história é bastante simples: um homem, que tem uma excelente ralação com o seu cavalo mustang decide entar a mais perigosa corrida de sempre: Oceano de Fogo na qual muitos participantes são mortos . Todo o filme conta as suas aventuras e desventuras durante a viagem de uma forma muito agradável. Apesar de não ser uma obra- prima o filme consegue-nos apaixonar não só pelo cavalo mas também por aquela relação de amizade entre o mustang e o cavaleiro Viggo Mortensen ... E consegue que nos fiquemos agarrados ao ecrã!