O Homem Que Copiava (2003)

poster

a crítica

(...) acusa a grande e fatal contradição de a realização não estar à altura do argumento (...) A intriga é interessante e consegue definir personagens e situações e desenvolver de forma divertida «um imaginário de miséria» comum ao Terceiro Mundo.”
António Cabrita, Expresso