(2004)

poster

a crítica

(...) é um filme de rara perspicácia satírica e nunca se verga à cegueira de um ponto de vista obsessivo (...) Para quem gosta de South Park e do humor sem papas na língua”
Tiago Pimentel, Premiere
(...) o argumento aparece algo descosido, como se a vontade de bater fosse mais forte do que a reflexão dos meios a usar. É sempre possível achar alguma graça”
Jorge Leitão Ramos, Expresso