O Castelo Andante (2004)

Howl's Moving Castle

poster

Sinopse

Uma jovem mulher chamada Sophie é amaldiçoada por uma bruxa e transforma-se numa mulher velha e não é capaz de contar a ninguém a sua situação. Impossibilitada de continuar o seu trabalho na loja da sua mãe, ela vai para o castelo andante do famoso feiticeiro Howl. Sophie fica amiga de Calcifer, o demónio de fogo que governa o castelo e que está ligado a Howl por um contrato, cujos termos Calcifer não pode revelar. Prometem ajudar-se mutuamente. Tal como Calcifer, Howl também pode ver através do feitiço da bruxa e ele e Sophie apaixonam-se.



Visitantes
Visitantes
4.0 (105 votos)
O meu voto
Login / Registo
PTGate
PTGate
3.0

Detalhes

Ano: 2004
Estreia nacional: 13 de Outubro de 2005
Estreia mundial: 20 de Novembro de 2004

País: Japão
Género: Animação, Fantástico

Realização:
Hayao Miyazaki

Intérpretes:
Chieko Baisho, Takuya Kimura, Akihiro Miwa

Links:
www.howl-movie.com (site oficial)
www.ultimatedvd.org/en/Trailers/Details.aspx?Trailer_Id=2... (trailers)
www.imdb.com/title/tt0347149

A crítica

O CASTELO ANDANTE, quanto a nós, não é a obra-prima que se esperava (...) talvez se limite a distribuir ideias e sistemas narrativos de filmes anteriores, a repetir um regime figurativo explorado ao... mais ››
Francisco Ferreira, Premiere
Sempre no ténue limiar que separa o lírico do piroso, o novo filme de animação de Miyazaki só não desiludirá quem não tiver visto alguns dos seus trabalhos mais recentes”
Vasco Baptista Marques, Expresso

Blogs

5.0/5O Castelo Andante
Esta fábula consegue provocar em nós diversos estados de espírito e no fim deixa-nos com o coração reconfortado. É bom ver este tipo de animações. Cheio de magia que nos remete para tempos esquecidos.”
em35mm.blogs.sapo.pt, 24/Dez/2008
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

4.5/5Rolling-Murray Rolling-Murray 20 de Fevereiro de 2009 às 20:18

Por muito boas que sejam as longas-metragens de animação da Pixar (e são), os trabalhos de Miyazaki são sempre qualquer coisa de especial, mantendo-se o genial criador nipónico no topo das minhas preferências no que ao género diz respeito. Como não poderia deixar de ser, "O Castelo Andante" é mais um festim para a vista, para os ouvidos e para a imaginação, daqueles filmes de animação capazes de desafiar a mente dos espectadores mais maduros e simultaneamente maravilhar a pequenada. Venham muitos mais.

3.5/5Roberto Roberto 1 de Janeiro de 2009 às 20:04

No fim, um argumento um tanto ou quanto mais complexo do que à partida se esperava; o que nos deixa com a sensação de que ou não percebemos a história, ou a história em si mesma não se percebeu. Mas o mundo mágico de Miyazaki (em muito graças ao universo visual e musical) nunca deixa de nos encantar...

Roberto F. A. Simões
cineroad.blogspot.com

ishirokatsura ishirokatsura 3 de Agosto de 2008 às 01:44

gostei bastante deste filme. mas acho que o realizador devia se aventurar em terrenos mais realistas e deixar de lado uma vez um fantástico