(2004)

poster

a crítica

Para quem pensa que 9 CANÇÕES só vive do seu pequeno charme de provocação, Winterbottom arruma a questão com uma corajosa aproximação da diluição do prazer sexual com a vibração dos décibeis do rock. Um filme para se ouvir bem alto.”
Rui Pedro Tendinha, Premiere
As 'nove canções' não passam de um complemento para o que verdadeiramente preocupa Winterbottom: mostrar os seus actores em actos sexuais 'sem truques', uma e outra vez, sempre, sempre, sempre. Para chegar aonde? A lado nenhum”
Luís Miguel Oliveira, Público