(2005)

poster

Sugerir blog


Se achar que merecemos, p.f. coloque um link para esta p‡gina. Agradecemos o seu contributo!

Para submeter um link faça login ou registe-se

blogs

4.5/5V de Vingança (bué de fitas)
o argumento é um mimo e o livro original, escrito em 1982, continua actual, pois os temas abordados são universais. (...) o filme é sombrio, a mensagem temível. (...) não imagino quem não possa gostar do filme, pois mesmo despido de toda a estética, fica a mensagem, desconfortável (até demais).”
buedefitas.blogspot.pt, 2/Jan/2014
4.0/5V for Vendetta
O enredo peca algumas vezes pela densidade excessiva, ou mesmo pela salada russa de ideias e críticas que nos serve, por vezes freneticamente. Mas V for Vendetta foi uma experiência marcante.”
Close-up, 16/Mai/2009
4.0/5V de vingança
V de Vingança afigurou-se como um dos melhores filmes de 2005. A sua vivacidade, valentia, virtuosidade e verdadeira ideia passada por um vigilante mostra que a 7º arte pode entreter e ao mesmo tempo valorizar os verdadeiros ideais.”
em35mm.blogs.sapo.pt, 23/Dez/2008
4.5/5V for Vendetta
È de facto um filme consistente, capaz de se auto-depender de si e entregar ao espectador uma narrativa sempre crescente em termos solidez, muita dessa característica que reside nas personagens, por exemplo a de Evey, com Natalie Portman a ter a melhor interpretação da sua carreira até agora. È na aposta psicológica e no afastamento do fácil “arraial de porrada” que torna o filme numa segurança invejável em concreto de estilo, mas nunca se apoiar nele, como nas sequelas de The Matrix. A voz sonante de Hugo Weaving faz todo o sentido ocultado sobre a mascara de V e com ele poderia vir a promessa que daqui a alguns anos, seja um filme relembrado, talvez pelas previsibilidades do estado do mundo futuro ou felizmente pela sua qualidade técnica, argumentativa e interpretativa. V for Vendetta pode muito ter desiludido o seu autor original e com ele uma legião de fãs “die-hards”, mas nesse aspecto o torna numa obra independente á matéria-prima, e com tanto orgulho que tenho em chamar este filme de obra. A recordar!”
Cinematograficamente falando, 10/Jun/2008
5.0/5V for Vendetta
Por fim, há que reforçar o génio dos irmãos Wachowski, que transformam uma graphic novel em uma obra-prima consciente e humana através de tantas e tão boas citações.”
Cinema is my Life, 22/Mar/2008
4.0/5V for Vendetta
No mínimo polémico. É de louvar a ousadia ideológica com que os criadores de "V for Vendetta" (o filme, uma vez que Alan Moore se afastou de tudo relacionado com este filme, considerando-o "patético e infantil") nos brindaram no início deste ano cinematográfico.”
Cineblog, 21/Abr/2006