Metrópolis (1927)

Metropolis

poster

Sinopse

No futuro, a sociedade de Metrópolis está dividida em dois grupos: os trabalhadores, que vivem debaixo de terra e fazem as máquinas funcionar e a classe dominante que vive à superfície. Os trabalhadores são dirigidos por Maria que quer encontrar um mediador entre a classe dominante e os trabalhadores, pois ela acredita que entre o cérebro e os músculos é necessário um coração. Maria encontra Freder Fredersen, o filho do senhor de Metrópolis, Joh Fredersen, e apaixonam-se. Entretanto, Joh decide que os trabalhadores já não são necessários a Metrópolis e usa um robô para fingir que é Maria e fomentar a revolução entre a classe trabalhadora para a eliminar.
[por Hugo Gomes]



Visitantes
Visitantes
4.4 (36 votos)
O meu voto
Login / Registo

Detalhes

Ano: 1927

País: Alemanha
Género: Ficção Científica
Duração: 153 min.

Realização:
Fritz Lang

Intérpretes:
Alfred Abel, Gustav Fröhlich, Brigitte Helm

Links:
www.kino.com/metropolis (site oficial)
videodetective.com/home.asp?PublishedID=82063 (trailers)
www.imdb.com/title/tt0017136

A crítica

(...) ainda estarrece pelo seu visionarismo social e cenográfico (...) a ideologia nazi em lume brando? Sim. É por isso que é um filme admirável, mas não um filme para guardar no coração.”
Jorge Leitão Ramos, Expresso

Blogs

5.0/5Metropolis
Uma das maiores obras-primas da História do Cinema. Um marco fundamental e completamente obrigatório.”
Cineroad, 31/Ago/2010
4.5/5Metropolis
Um projecto magnânime que culminou em algo de grandioso. Deixou marcas no género e inspirou muito do que se fez depois.”
35mm, 17/Mar/2010
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

4.0/5Valverde Valverde 28 de Maio de 2010 às 02:06

Fritz Lang, um dos génios do seu tempo, visionário oriundo da Alemanha, criou aqui o primeiro grande classico da ficção cientifica, que é, naturalmente - e face á altura em que foi feito - uma metáfora bem melindrada da nossa sociedade.

3.5/5DEONPLAYGROUND DEONPLAYGROUND 6 de Setembro de 2008 às 12:14

Um filme fantástico, os cenários são simplesmente maravilhosos.