The Grudge - A Maldição 2 (2006)

The Grudge 2

poster

Sinopse

"The Grudge - A Maldição 2" explora os segredos obscuros da maldição quando esta é libertada sobre um grupo de vítimas aparentemente sem qualquer relação. Uma por uma, são infectadas pela maldição, que se movimenta rapidamente de uma casa que ardeu em Tóquio e se atinge todos os que se atravessam no seu caminho.



Visitantes
Visitantes
2.2 (80 votos)
O meu voto
Login / Registo

Detalhes

Ano: 2006
Estreia nacional: 11 de Janeiro de 2007 (#6 na 1ª semana)
Estreia mundial: 12 de Outubro de 2006

País: EUA
Género: Terror, Thriller
Duração: 92 min.
Classificação: M/16
Distribuidora: LNK

Realização:
Takashi Shimizu

Intérpretes:
Sarah Michelle Gellar, Edison Chen, Amber Tamblyn, Jennifer Beals

Links:
www.sonypictures.com/movies/thegrudge2/site (site oficial)
www.apple.com/trailers/sony_pictures/thegrudge2 (trailers)
www.imdb.com/title/tt0433386

Filmes relacionados

The Grudge - A Maldição (2004)
Ju-on: A Maldição 2 (2003)
Ju-on: A Maldição (2003)

Blogs

1.5/5The Grudge 2
O espectro ganha protagonismo, o que aconteceu também com outro remake de uma obra fantástica japonesa (The Ring 2), o resto das personagens é “carne para canhão”. O argumento torna-se ridículo e a certa altura vem-nos a mente filmes como Ringu e Uma Chamada Perdida, transformando na veterana história de fantasmas num profundo cliché gasto, onde os sustos são previsíveis e enfadonhos.”
Cinematograficamente falando, 9/Set/2007
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

1.0/5mister-pink mister-pink 18 de Março de 2010 às 22:45

ainda perdem tempo com continuações , de um para o dois, e agora o três qual o pior .

2.0/5Maaaaaaat Daaamooooon Maaaaaaat Daaamooooon 24 de Agosto de 2009 às 21:52

Um filme completamente ridiculo! No primeiro filme o grito do rapaz fazia impressão, não sei como mas neste filme o grito era hilariante - Um argumento totalmente inutil! Cenas ridiculas - um filme para ver e gozar!

1.5*

3.0/5Rui  Fernandes Rui Fernandes 2 de Novembro de 2008 às 19:55

quando vi pela primeira vez achei uma grande porcaria mas tive de ver outra vez e gostei