Os Filhos do Homem (2006)

Children of Men

poster

Sinopse

Em 2027, o mundo vive em anarquia graças à infertilidade da população. O mais novo cidadão de todo o planeta, de 18 anos, acaba de morrer, e a humanidade depara-se com a sua possível extinção. Em Londres, uma cidade agora devastada, Theo (Owen), um burocrata desiludido, vê-se no improvável papel de protector de uma mulher grávida, talvez a última esperança que resta...



Visitantes
Visitantes
3.8 (209 votos)
O meu voto
Login / Registo
PTGate
PTGate
3.0
galeria

Detalhes

Ano: 2006
Estreia nacional: 26 de Outubro de 2006 (#3 na 1ª semana)
Estreia mundial: 22 de Setembro de 2006

País: Reino Unido, EUA
Género: Ficção Científica, Thriller

Realização:
Alfonso Cuarón

Intérpretes:
Clive Owen, Julianne Moore, Michael Caine

Links:
www.childrenofmen.co.uk (site oficial)
www.apple.com/trailers/universal/childrenofmen (trailers)
www.imdb.com/title/tt0206634

A crítica

A carga conceptual de certos filmes do passado conseguiu a proeza de superar a incapacidade de meios ou de talento, e contra corrente originar um... mais ››
Paulo Figueiredo, Cinema PTGate
A fragilidade da obra decorre porém da fragilização da intriga, que não perde tempo em explicações nem gasta muita conversa. OS FILHOS DO HOMEM aproxima-se do registo do thriller convencional, em que... mais ››
Maria do Carmo Piçarra, Premiere

Blogs

5.0/5Os Filhos do Homem (2006)
Eis, visceral e redentora, uma obra verdadeiramente assombrosa. Uma experiência esteticamente ímpar, socialmente pertinente, politicamente provocadora, religiosamente reveladora. De um realismo impressionante, «Os Filhos do Homem» é, por certo, uma das mais credíveis e mais bem conseguidas incursões futurísticas da história do cinema.”
Cineroad, 16/Jun/2009
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

4.0/5Vanessa Vanessa 21 de Fevereiro de 2010 às 23:01

Bom filme...
Gostei bastante da história e das interpretações, em geral acho que o Vitinha já diz tudo no seu comentario.
4*

4.0/5Vitinha Vitinha 21 de Fevereiro de 2010 às 22:39

um bom filme,com um bom argumento,interpretaçoes razoaveis/boas,realizaçao essa muito boa mesmo,uma historia que sendo real,era mais uma pagina negra na historia da humanidade,no geral gostei do filme,apenas achhei o ritmo um pouquito pro acelarado e o enredo um pouco confuso por vezes,nao percebi o completamente o porque de toda a guerra...e o que tornaria o filme sem duvida melhor era um final diferente, dando um grande murro no estomago do espectador,
**Spoilers**
acho que se a rapariga tivesse morrido com a sua filha o filme teria uma das melhores liçoes de toda a historia do cinema,sendo ela uma imigrante ilegal,decidiu nao contar a ninguem que estava gravida pois nao iriam querer saber se ela transportava a esperança da humanidade na barriga e iria certamente perder o bebe,acho que ela o devia ter perdido no final por nao poder contar a ninguem,por viver oprimida por ser imigrante e por ter de esconder a salvalçao que era a criança ,se é que me fiz entender...lol....

se bem que tambem sei que é baseado num livro e com certeza o final foi fiel ao do livro

4*

4.5/5Guilherme Guilherme 18 de Outubro de 2009 às 15:51

Muito bom filme, em termos técnicos perfeito.
De realçar um plano sequencia a meio do filme que certamente fica para a história.