(2006)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

4.0/5Mónica Bonjour Mónica Bonjour 23 de Março de 2012 às 15:54

simples mas muito bom... Uma realidade bem perto das nossas vidas.

4.0/5Diogo Pinheiro Diogo Pinheiro 4 de Junho de 2011 às 13:57

É um bom filme, de facto e bem realizado. Tem excelentes interpretações sobretudo do Jackie Earle Haley. O final precipita-se duma forma estranha ainda assim não belisca a sua qualidade.

4.0/5João Ferreira João Ferreira 13 de Fevereiro de 2011 às 11:07

Gostei muito do filme, dá-nos uma excelente perspectiva sobre os pensamentos humanos. 4*

3.5/5Bismarck Bismarck 8 de Fevereiro de 2011 às 10:44

Gostei do filme. Simples, mas bem realizado.

4.0/5Duarte Correia Duarte Correia 25 de Julho de 2009 às 21:04

Filme maravilhoso, Kate é realmente a melhor actriz!

3.0/5Lourenço Lourenço 14 de Abril de 2009 às 07:29

A certo ponto chega a ser enfadonho.
Mas é um filme bastante interessante, bem narrado e representado.
Bom trabalho. 3*

3.0/5André Filipe Moreira Santos André Filipe Moreira Santos 11 de Abril de 2009 às 00:31

Achei o filme um bocado secante, contudo tem uns bons momentos finais.
Gostei da história do pedófilo, as outras nem tanto..
O que gostei mais foi da excelente realização (o passar do tempo naquela piscina é um exemplo). 3*

4.0/5Rolling-Murray Rolling-Murray 19 de Fevereiro de 2009 às 12:17

Mais um (bom) filme que se dedica a destrinçar as nuances da pacata e aparentemente "paradisíaca" vida nos subúrbios. Sarah e Brad, duas pessoas frustradas com o seu casamento - o marido dela torna-se viciado em pornografia na net, a mulher dele vive para o trabalho e para o filho - e com a estagnação da sua vida em geral iniciam uma relação extra-conjugal, não propriamente por amor ou atracção mútua, mas como forma de escapar à pacatez do seu quotidiano. É interessante a analogia de Sarah (excelente Kate Winslet) com Emma Bovary, duas mulheres que se recusam a conformar-se com o seu estado de infelicidade e que procuram no adultério o caminho para a felicidade. Uma levou tal comportamento até às últimas consequências, a outra não.
Algumas das mais memoráveis cenas ficaram a cargo de Ronnie, o ex-condenado por exposição indecorosa. Ele que é, simultaneamente, o rastilho que faz explodir o barril de pólvora e aquele para quem o final é mais trágico.
Um filme a reter.

4.0/5Valverde Valverde 2 de Janeiro de 2009 às 23:02

Filme de grande carga emocional, atento a pormenores que são explorados em feições cuidadosas, sem nunca querer no entanto, evangelizar posições, nem tampouco defender situações. É um filme de porções humanas, mas que apenas têm o seu ponto negativo no seu final demasiado fácil para um filme tão complexamente bem conseguido.

4.0/5DEONPLAYGROUND DEONPLAYGROUND 1 de Setembro de 2008 às 17:52

Para quem já se fartou de tiros, grandes explosões e mundos fantásticos e irreais, tem aqui uma obra que nos traz de novo à Terra. Fez-me quase sentir como se fosse um 'voyeur'...

Phelps Phelps 17 de Agosto de 2008 às 23:01

stressou.me o filme no fim.
mas tambem nao sou muito apreciador deste genero de filmes.

4.0/5Sofia Sofia 17 de Agosto de 2008 às 22:11

Muito bom, sem duvida, optimo argumento,excelentes representações.

O filme tem um argumento muito simples mas muito atraente, adoro filmes assim, simples, reais, atraentes.

É um filme com um argumento de pode acontecer a qualquer um, amantes, pedofilos, injustiças.

Simplesmente um filme que retrata o dia a dia num bairro normal.

Saudações Cinematograficas

4.0/5DiHenry DiHenry 16 de Julho de 2008 às 20:16

Grande filme, Liliana mais uma vez discordo contigo lol, mas pronto tenho que dirigir o meu comentário única e exclusimente ao filme.

Argumento Invejável e grandes interpretações, estava a pensar que seria um filme "secante" antes de o ver, mas após o visionar fiquei com uma opinião inversa.

4 estrelas, recomendo vivamente.

3.0/5Liliana Liliana 6 de Abril de 2008 às 21:34

antes de ver o filme, e tendo em conta as excelentes criticas, tinha boas espectativas... mas sinceramente não achei mesmo nada de especial, e não entendo o motivo porque lhe são feitos tantos elogios. mas uma coisa tenho de reconhecer: o filme destaca-se pela diferença, e acho que se torna pretencioso pricipalmnte por "camuflar" o fraco argumento com uma falsa simplicidade, tornando-se num filme "pseudo-interessante" , e abordando temas que embora contemporaneos, fazem parte de um lado doentio da nossa sociedade.

4.5/5kimERA kimERA 20 de Fevereiro de 2008 às 21:22

Surpreendentemente o filme é muito bom. O argumento pode parecer muito simples mas tem pormenores deliciosos.

4.0/5Zukunft Zukunft 5 de Fevereiro de 2008 às 03:20

bom filme, vale a pena, grande interpretação da kate, bom argumento, user 'elen' fez uma bom comentário do filme 4*

4.0/5jonas jonas 11 de Dezembro de 2007 às 11:54

vi o filme ontem e devo dizer que fikei surpreendido...estava á espera de outra coisa pior mas acabei por assistir a um filme deveras interessante...kate winslet com uma interpretaçao boa..e um argumento a que eu xamo de sonho ;) um filme digno da setima arte...4*

4.0/5Catarina Catarina 16 de Outubro de 2007 às 13:00

Belo filme

5.0/5raven raven 6 de Setembro de 2007 às 18:20

Fantástico.

Uma grande interpretação da excelente Kate Winslet, em mais um bom filme que prima pela sua simplicidade, envolto no entanto, num argumento poderoso, que aborda vários temas bem actuais da nossa sociedade...e que nos transmite a clara ideia de um certo anti-preconceito...misturado, sempre, com a força do destino que cada uma das nossas vidas sofre, a todos os instantes.

Gostei bastante.

5/5*

5.0/5anateresa anateresa 29 de Junho de 2007 às 22:52

Filmes poderoso que aborda varios temas interessantes como a pedofilia o preconceito e a protecção familiar!!aconselho bastante!! grande interpertacao da kate!!

just4fun
just4fun 12 de Fevereiro de 2007

Uma surpresa agradável. Confesso que pensava que este filme seria um pouco chato, mas, no entanto, através de um argumento simples mas muito real cativa bastante.
Boas representações.

elen
elen 28 de Janeiro de 2007

pareceu-me interessante ver esse filme, cujo título sintetiza a história. As crianças do filme são os adultos, com suas fantasias, medos, segredos e intrigas... a turma de mães que mesmo desejando o pai jovem recriminam a amiga que consegue ficar com ele, a antropóloga que quer mudar sua vida, mas que a resume em encontrar um principe encantado, o pai jovem que não saiu ainda da adolescência, sua mulher que ainda precisa dos cuidados da mãe etc... O pobre psicopata é o único que visto como "doente" por levar as últimas consequências sua mente infantil e perturbada. Porém, cabe a pergunta: não estaríamos todos sofrendo de uma infantilidade em nossos sentimentos?? na nossa sociedade, tão moderna e com regras perversas, não correríamos também o risco de permanecer eternamente na infância?

nuno88
nuno88 27 de Janeiro de 2007

Sinceramente esperava melhor deste filme, um pouco secante.

Jorge
Jorge 14 de Janeiro de 2007

Em uma palavra excelente muito bom mesmo Kate Wnslet(titanic) da a sua melhor intrepartaçao ate agora o argumento é muito bom e envolvente e o final da um ar veridico ao filme o que é sempre bom!!

Nota final: 4/5* ou 8.4/10*