(2006)

poster

a crítica

(...) o que interessa ao realizador são os segredos que escondem. E é neste aspecto que o filme revela maiores fragilidades.”
Manuel Cintra Ferreira, Expresso
A principal qualidade de 20,13 é também o seu principal problema para o espectador, que fica dividido entre dois vectores (a Guerra Colonial, as pulsões amorosas) e, não vendo nítido o fio que os entreteça, pode oscilar entre duas direcções e não encontrar o caminho.”
Jorge Leitão Ramos, Expresso