A Promessa (2005)

Wu ji

poster

Sinopse

Uma jovem rapariga perde os pais por causa da guerra, mas recusa-se a obedecer às ordens do filho de um guerreiro. Um espírito aborda-a e oferece-lhe uma vida de riqueza e poder, com a condição de nunca poder ficar com o homem que ama a não ser que ela consiga trazer os mortos de volta à vida. Duas décadas depois, agora uma bela princesa, ela está arrependida da decisão que tomou, já que todos os que amou conheceram a tragédia. De novo enamorada, agora por um soldado de armadura vermelha e máscara dourada que a salvou, ela vive atormentada pelo inevitável destino...



Visitantes
Visitantes
2.6 (13 votos)
O meu voto
Login / Registo
Crítica
Crítica
0.8 (4 votos)

Detalhes

Ano: 2005
Estreia nacional: 02 de Outubro de 2008 (#17 na 1ª semana)
Estreia mundial: 15 de Dezembro de 2005

País: China, Hong Kong, Japão, Coreia do Sul
Género: Acção, Drama, Fantástico
Duração: 128 min.
Classificação: M/16
Distribuidora: New Lineo Cinemas

Realização:
Kaige Chen

Intérpretes:
Dong-Kun Jang, Hiroyuki Sanada, Cecilia Cheung

Outros títulos:
The Promise

Links:
wip.warnerbros.com/promise (site oficial)
www.apple.com/trailers/warner_independent_pictures/thepro... (trailers)
www.imdb.com/title/tt0417976

A crítica

O resultado (...) é desastroso, entediante e oposto ao exotismo das imagens digitais de Chen Kaige, quer a nível técnico, pelo uso de efeitos digitais grosseiros, quer a nível cinematográfico, com um... mais ››
Francisco Ferreira, Expresso
(...) é uma bisarma tão elaborada e alambicada, como penosa de se ver.”
Eurico de Barros, Diário de Notícias

Blogs

2.5/5A Promessa, por Carlos Antunes
Ainda que, por momentos, o fascínio das imagens seja suficiente, a sensação final é a de estranheza e vazio. Buracos argumentativos, dispersão dramática e soluções intempestivas são agravantes a mais para um único filme.”
Split Screen, 1/Nov/2009
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

2.5/5Adrix Adrix 3 de Outubro de 2008 às 02:12

kaige Chen trás-nos um filme cheio de fantasia ( talvez até demais tendo em conta que existem situações bem exageradas mesmo tendo em consideração o género de filme ) num mundo de deusas, "princesas", bons e vilões ...

Interessante trabalho de fotografia e movimentos de camera juntos com belas paisagens e imagens poderosas.

Poucas e fracas sequencias de acção que juntamente com uma banda sonora repetitiva e embaladora lá me fizeram adormecer umas 3 vezes durante o filme.

É aborrecido e fraco ... a ver se ñ tiver escolha e mesmo assim ...

NelsonPena NelsonPena 1 de Junho de 2008 às 04:05

adorei o cenário lúdico e celestial em torno do filme. a criação do herói metafísico por parte do realizador entra em paralelo com a imaginação visual que o filme apresenta.
3,5/5