O Ar que Respiramos (2007)

poster

a crítica

(...) um exemplo extremamente interessante de cinema mosaico (...) O problema maior reside na inevitabilidade de alguns lugares comuns, que de imediato nos remetem para obras superiores como o incontornável MAGNÓLIA ou o notável COLISÃO”
Francisco Toscano Silva, Premiere
Uma auspiciosa estreia na longa-metragem de Jieho Lee (...) Uma boa surpresa.”
Manuel Cintra Ferreira, Expresso