(2007)

poster

a crítica

(...) é salutar perdermo-nos naquele prazer de ver uma história bem contada (...) útil é que vejamos como a reconstituição de época é credível, como os actores se plasmam nos personagens, para o apuro, enfim, de uma produção invulgar na nossa cinematografia.”
Jorge Leitão Ramos, Expresso