Diário de uma Nanny (2007)

The Nanny Diaries

poster

Sinopse

Braddock (Scarlett Johansson), uma jovem mulher proveniente de uma classe operária do seu bairro em New Jersey, luta para compreender o seu lugar no mundo. Recém saída da Universidade, ela é tremendamente pressionada pela mãe para encontrar uma posição respeitável no mundo dos negócios, embora Annie preferisse trocar a sua blackberry por um diário de Antropologista. Devido a um inesperado encontro, Annie acaba na elitista e ritualista cultura de Manhattan's Upper East Side - oposta à sua, adquirida na suburbana vida de New Jersey. Escolhendo escapar da vida real, Annie aceita a posição como baby-sitter numa família rica, referenciada simplesmente como "os X's.". Rapidamente aprende que a vida não é tão cor-de-rosa no outro lado da faixa social, tendo que servir todos os caprichos da Sra. X (Laura Linney) e do seu precoce filho Grayer, enquanto tenta evitar o formidável Sr. X (Paul Giamatti). A vida torna-se ainda mais complicada quando Annie se apaixona por um jovem muito atraente de Park Avenue (Chris Evans), e é forçada a reexaminar a sua vida e o sentido em que esta é dirigida...



Visitantes
Visitantes
3.2 (73 votos)
O meu voto
Login / Registo
Crítica
Crítica
1.3 (3 votos)
galeria

Detalhes

Ano: 2007
Estreia nacional: 28 de Fevereiro de 2008 (#6 na 1ª semana)
Estreia mundial: 24 de Agosto de 2007

País: EUA
Género: Comédia, Romance
Duração: 105 min.
Classificação: M/12
Distribuidora: ZON Lusomundo

Realização:
Shari Springer Berman, Robert Pulcini

Intérpretes:
Scarlett Johansson, Donna Murphy, John Henry Cox, Laura Linney, Chris Evans, Paul Giamatti

Outros títulos:
O Diário de uma Babá (Brasil)

Links:
www.thenannydiariesmovie.com (site oficial)
www.apple.com/trailers/weinstein/thenannydiaries (trailers)
www.imdb.com/title/tt0489237

Blogs

1.5/5Diário de uma Nanny (bué de fitas)
o filme é muito previsível, mas o pior são as personagens, (...) a única coisa boa do filme é a interpretação e presença de laura linney (...).”
buedefitas.blogspot.pt, 20/Jul/2012
3.5/5Diário de uma Nanny, por Carlos Antunes
Foi com American Splendor que me estreei enquanto crítico. Aí, Shari Springer Berman e Robert Pulcini inventavam um novo género – ou, pelo menos, conciliavam de forma genial três géneros aparentemente inconciliáveis.”
Split Screen, 24/Jul/2011
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

3.5/5Ana Beja Ana Beja 11 de Junho de 2010 às 23:26

filme muito bom de se ver, emotivo. Para quem gosta de um filme com história. Adorei.

5.0/5MIGUEL M. MIGUEL M. 19 de Maio de 2009 às 20:23

"DIÁRIO DE UMA NANNY" convoca o público a um mundo mágico que transmite uma mensagem muito simpática e doce.
Apresenta-se como uma verdadeira obra-prima que se deve ver a qualquer altura, especialmente a um Domingo à tarde. Boas interpretações e boas gargalhadas não faltam, sendo o meu filme preferido. Magnífico.
5 estrelas.

2.5/5Bruno César Bruno César 17 de Junho de 2008 às 19:27

Um filme de sábado à tarde. Nada de impressionante para se dizer. É um filme feito para mostrar como doce e bonita é a Scarlett, mais nada! A história é o típico conto de gata borralheira com a tentativa de por a “lágrima no olho” do espectador. A ver apenas pelos muito fanáticos da Scarlett.