(2007)

poster

a crítica

Infelizmente, o filme mais do que da ideia, vive do «gore», que usa e abusa.”
Manuel Cintra Ferreira, Expresso
(...) o filme resume-se à fórmula - de tradição mais zombie que vampiresca - da contaminação e morte dos membros da comunidade (...) 30 DIAS DE ESCURIDÃO não é mais que um «jogo do quarto escuro» e, como tal, entretém. Peca é por ser comprido como as noites do Alasca.”
Ana Markl, Sol