(2007)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

5.0/5nearZ nearZ 4 de Agosto de 2011 às 14:09

Fantástico filme. Recomendo vivamente. 5*

4.0/5Diogo Pinheiro Diogo Pinheiro 4 de Agosto de 2011 às 09:42

Um filme com uma mensagem poderosíssima passada magistralmente por Morgan Freeman e Jack Nicholson.

5.0/5Francisco Francisco 19 de Agosto de 2010 às 19:02

Um óptimo filme.
Este filme consegue alcançar o que é, claramente, o objectivo do realizador e de quem escreveu o filme: faz-nos reflectir sobre a vida, sobre os nossos actos e as consequências que estes têm nela; faz-nos ver como devemos aproveitar o tempo que temos, principalmente com aqueles que nos dizem mais.

Quanto à qualidade das representações, basta ver o elenco para se conseguir deduzir que foram fenomenais. A história é óptima e, como disse, o efeito do filme em nós é enorme.

Tixinha Tixinha 12 de Agosto de 2009 às 21:37

Pode não ser um tema original mas sem duvida que mexe connosco e não fossem os actores grandes senhores recomendo a sua visao !!

4.5/5Filipe Geraldes Filipe Geraldes 27 de Janeiro de 2009 às 03:36

Filme realmente interessante, que nos leva a pensar o que realmente importa na vida! 4,5*

3.5/5Pedro Martins Pedro Martins 10 de Janeiro de 2009 às 20:54

Dois grandes monstros do cinema norte-americano, a contracenarem obviamente que deu este brilhante resultado. Gostei imenso do Filme na globalidade.

3.0/5Filipe Nunes Filipe Nunes 10 de Janeiro de 2009 às 17:51

É um filme de domingo à tarde com a "nuance" de ter dois dos melhores actores dos últimos 20/30 anos nos papeis principais. E Rob Reiner na realização, pois claro. Só por causa disto já merecia um visionamento. E o filme é bastante bom.
3/5

4.5/5Zukunft Zukunft 27 de Dezembro de 2008 às 02:43

filme sublime:) 5*

4.0/5jonas jonas 25 de Outubro de 2008 às 06:27

para mim ta bastante bom...as interpretações nem se precisa de falar ;) 4*

Luiz Luiz 15 de Outubro de 2008 às 09:55

O ritmo do filme é muito lento, e tem partes em que podia ter acelarado. No entanto é um filme comovente que transmite algo positivo . Com 2 actores como estes são automaticamente 2 boas interpretações.

3.5/5ff ff 24 de Setembro de 2008 às 15:19

Vai-se ver um filme com dois actores brilhantes, o que nao significa que o filme seja brilhante.
Fala sobre a morte, ou como devemos viver a vida.
Argumento que podia ter dado um grande filme, ainda possivel com dois trunfos de peso.
Fica-se pelo filme razoavel, com ritmo q.b., mas com um enredo e desenvolvimento que deixa muito a desejar.

3.5/5Liliana Liliana 20 de Agosto de 2008 às 12:07

Subscrevo tudo o q o Luis Carvalho diz, o melhor deste filme é mesmo a sua simplicidade, e tem momentos muito interessantes, mas no final fiquei com a sensação de q poderia ter sido melhor... Talvez se tivessem explorado mais alguns aspectos... Mas mesmo assim, tem mensagens muito válidas, principalmente por tocarem num ponto frágil q é a razão e a importância da nossa vida, e sabermos vive-la o melhor possível, enquanto pudermos.

4.0/5Luis Carvalho Luis Carvalho 20 de Agosto de 2008 às 00:17

Claro que ao vermos este filme caímos no "clichet" de referir obrigatóriamente que se trata de dois grandes actores, com excelentes interpretações...
No entanto onde reside a essência do filme está na sua simplicidade. Claro que o filme não ultrapassa o mediano, mas mesmo assim existem certos traços que ficam retidos na nossa memória, como: "beijar a rapariga mais bela do mundo". Afinal é nestas mensagens simples e ao mesmo tempo tocantes que reside a essência do filme, mensagens que para muitos já passaram há história, mas continuarão a ser sempre a razão essêncial da nossa existência.

3.5/5Rui Francisco Pereira Rui Francisco Pereira 12 de Agosto de 2008 às 14:27

Duas lendas do cinema não fazem necessariamente um bom filme.
Este é fácil de esqueçer...

5.0/5MIGUEL MIGUEL 8 de Agosto de 2008 às 11:18

Um filme original com uma boa interpretação de Morgan Freeman. Dois senhores que estão prestes a morrer com um cancro decidem escrever num bloco o que gostavam de fazer até às suas mortes.
Com bons cenários.
Nota:4/5

4.5/5mercysisters mercysisters 28 de Junho de 2008 às 17:54

Duas grandes interpretações de dois grandes senhores. Bom filme.

lfda lfda 8 de Junho de 2008 às 07:40

Um filme interessante, dois magnificos actores uma realização assim assim.

3.0/5ff ff 22 de Maio de 2008 às 18:02

sem ser um filme bom, ve-se bem. Gostei do Moragn Freeman. Boa narrativa, bom final.

4.0/5barbara barbara 8 de Maio de 2008 às 15:11

Dois dinassauros do cinema.. Interpretações fantasticas e uma história boa de se ver

4.0/5Linkinn Linkinn 30 de Abril de 2008 às 19:43

Foi um filme muito pouco falado a meu ver, talvez por tratar de um assunto delicado. A forma como eles encararam a doença e de o representarem foi demais, realmente é um excelente exemplo do trabalho destes dois grandes actores, Jack Nicholson e Morgan Freeman.

4.0/5Vítor Catulo Vítor Catulo 29 de Abril de 2008 às 02:46

O que acontece quando se poem dois monstros sagrados de Hollywood, como Jack Nicholson e Morgan Freeman, a contracenar? Sucesso absoluto! É um daqueles filmes que vale a pena voltar a ver.

*janica* *janica* 16 de Abril de 2008 às 20:06

gostei muito!! muitissimo bem interpretado e uma historia mto gira!

3.0/5Hugo Gomes Hugo Gomes 14 de Abril de 2008 às 19:35

"(...)foca exclusivamente na química interpretada por Morgan Freeman e Jack Nicholson, dois dos colossos mais prestigiados do cinema norte-americano desempenham aqui uma versão “yin e yag” de pessoas"

- Cinematograficamenet Falando ...

5.0/5Bruno César Bruno César 13 de Abril de 2008 às 10:39

Um dos grandes filmes deste ano. Uma maravilha cinematográfica que conta com dois dos melhores actores de sempre. A história é bastante simples, aproveitar a vida. Apenas isso, quando sentimos que a vida nos escapa pelos dedos é necessário fazer e ver tudo aquilo que sempre desejamos. Com uma narrativa brilhante e um final perfeito é um filme a não perder.

salome salome 12 de Abril de 2008 às 23:33

Bom filme, gostei do mote - ja que estamos condenados , entao bora la fazer 10 coisas que sempre desejámos fazer.
Excelente desempenho e empatia dos sempre fantasticos, nicholson e freeman, mesmo k nao vejam no cinema, vale sp o aluguer em DVD

3.0/5Rolling-Murray Rolling-Murray 5 de Abril de 2008 às 00:56

Um feel-good movie que resulta, apesar do argumento algo limitado e piegas, principalmente devido à direcção de um Rob Reiner já com provas dadas e às interpretações de dois nomes incontornáveis como Freeman e Nicholson - este mais uma vez em overacting, mas isso nele não é problema algum...

4.0/5Valverde Valverde 1 de Abril de 2008 às 15:16

The Bucket List é um daqueles filmes que surpreende, nao pelos actores, que são como sempre magnificos, mas pelo argumento espectacular com uma filosofia de vida e uma mensagem de um poder abusulutamente extraordinario. É com uma enorme surpresa que digo, que este filme, é o melhor de 2007.

5.0/5anateresa anateresa 1 de Abril de 2008 às 00:27

magnifico

4.5/5tujoinacio tujoinacio 21 de Janeiro de 2008 às 12:06

E vão dois ... depois de Conta comigo (1986), outro filme simplesmente brilhante sobre a temática da AMIZADE. Rob Reiner é mestre neste campo. Quanto aos desempenhos dos protagonistas, palavras para quê? São dois monstros da sétima arte. Para já é o melhor filme para mim de 2008.

O que fazer, e mais uma vez, a Jack Nicholson? Isto relativamente a nomeações para os Óscares .. é melhor ficar na lista dos não convocados. Haja diversidade!