Speed Racer (2008)

poster

a crítica

Apesar de ser já o grande flop de 2008, «Speed Racer» não deixa de ser um interessante objecto de estudo para quem faz do cinema mais do que mero entertenimento. O que os irmãos Wachowski propõem é um ordinário filme de Domingo á tarde, em que o ainda embrionário herói é assediado pelo mal, resiste à tentação, passa por um mau bocado, mas acaba por suplantar todas as barreiras impostas pelos seus adversários com o incondicional apoio da sua família e até retira daí uma lição transformada em filosofia de vida, com grandioso e apoteótico final incluído. Aqui, nada de novo portanto.
A grande novidade reside, não no conteúdo, mas na forma como esse mesmo conteúdo nos é apresentado, ou seja, embebido em efeitos especiais de ponta, com muita acção à mistura, carros que fazem mil e uma acrobacias e cenários que quase nos fazem crer não estarmos no futuro, mas noutro planeta. «Speed Racer» é genial neste capítulo. A utilização soberba do fenónemo CGI e efeitos que tais, permite sublinhar (se é que dúvidas houvesse) as potencialidades deste instrumento informático, que apenas não nos garante a primeira verdadeira experiência cinematográfica do futuro, porque o conteúdo demasiado hermético e esteotipado não o permite. Um filme a ter em conta daqui a dez anos, quando for sinónimo de pioneiro.”
Paulo Figueiredo, Cinema PTGate
Muito melhor do que se esperava depois da salganhada que é a trilogia MATRIX”
Marco Oliveira, Premiere