Ensaio Sobre a Cegueira (2008)

poster

a crítica

Carregar o fardo de tão proeminente obra literária poderia ser fatal para a adaptação de Fernando Meirelles, ainda mais porque o realizador brasileiro andou literalmente a perseguir anos a fio José Saramago, para que este cedesse direitos e qualquer resultado que não fosse muito acima da média, seria rapidamente rotulado de fracasso. Ainda mais reservas se colocaram quando para o efeito, foram contratados actores que não atravessam grandes momentos como Julianne Moore, Danny Glover e mesmo o instável Mark Ruffalo capaz do bom, mas também do muito mau. Felizmente, toda a dimensão crítica e metafórica da obra do escritor português é preservada, através de uma ferocidade visual que equivale a um valente murro no estômago. As lágrimas de Saramago no visionamento privado ficam para a posteridade.”
Paulo Figueiredo, Cinema PTGate
Um grande filme, um projecto muito ambicioso, uma verdadeira meditação sobre a nossa época, que não é de fácil fruição, mas que não vai deixar o espectador indiferente”
José Vieira Mendes, Premiere