Hancock (2008)

poster

Sugerir blog


Se achar que merecemos, p.f. coloque um link para esta p‡gina. Agradecemos o seu contributo!

Para submeter um link faça login ou registe-se

blogs

2.5/5DVD: Hancock, por Tiago Ramos
Hancock aparenta ser uma sátira à figura mítica do super herói dos comic books, tornando-se extremamente irreal e obviamente exagerada. Constituído por duas partes francamente diferentes, o filme de Peter Berg parece assentar numa esquizofrenia de ideias constantes, às quais não soube dar uma construção minimamente plausível.”
Split Screen, 18/Abr/2009
3.0/5Hancock
O problema de "Hancock" é, então, estrutural. O que começa como uma divertida comédia de acção acaba como um drama romântico banal, misturando dois estilos que prejudicam o conceito inicial de divertimento sem limites. A própria caracterização inicial de Hancock, cuidada e refrescante, que envolve o Homem e o herói num turbilhão de emoções contraditórias durante a primeira fase da fita, acaba por sair prejudicada com a falsa necessidade de levar a intriga para outro nível.”
Cinema Notebook, 16/Dez/2008
2.5/5HANCOCK de Peter Berg
Por um lado é divertido encontrar Will Smith na pele de um super-herói convencional, por outro é infeliz encontrar um realizador que não saí, nem por nada da sombra do seu ""padrinho" Michael Mann”
cinelx.blogs.sapo.pt, 16/Set/2008
3.0/5Point-Of-View Shot - Hancock (2008)
Apesar de inegáveis qualidades e de proporcionar um bom momento de entretenimento, Hancock só não é um filme muito bom por uma razão simples, mas esmagadora: tinha tudo para o ser, mas não foi.”
Close-up, 4/Ago/2008
2.0/5Hancock
Em suma, o mais recente trabalho de Peter Berg não passa de um aspirante a blockbuster de qualidade que, batendo em todos os cantos possíveis, deu origem a sérias e relevantes lacunas no processo de criação cinematográfica.”
Cinema is my Life, 3/Jul/2008
2.5/5Crítica - Hancock
“Hancock” poderia ter oferecido muito mais com a boa ideia que orienta o seu argumento, a sua história acaba por resultar numa confusão de sentimentos e emoções. Salvam-se os momentos de humor e a intenção de criar uma sátira aos filmes tradicionais de super-herois.”
Portal Cinema, 1/Jul/2008