Mamma Mia! (2008)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

3.0/5Diogo Pinheiro Diogo Pinheiro 29 de Outubro de 2011 às 13:40

Vê-se bem, tem um grande elenco e excelentes paisagens, mas para quem não é fã da banda por vezes torna-se um teste à paciência.

3.0/5..::Cátia Cruz::.. ..::Cátia Cruz::.. 26 de Junho de 2011 às 11:51

O filme não me cativou como esperava, mas devo admitir que tem os seus encantos. É muito bem musicado, tem um elenco charmoso e capaz e um ambiente de sonho. É vivaço e vale por isso.

5.0/5Bruno Ricardo Moreira da Costa Bruno Ricardo Moreira da Costa 14 de Junho de 2011 às 19:45

Eu gostei do filme de ontem. "Mamma Mia!" é um filme que fez a história da música dos ABBA nos anos 70. Com as magnificas interpretações de Meryl Streep, Pierce Brosnan, Colin Firth, Stellan Skarsgârd, Julie Walters, Dominic Cooper, Amanda Seyfried e Christine Baranski.

4.5/5Maria Inês Maria Inês 10 de Março de 2011 às 22:20

Apesar de achar algumas cenas um pouco aleatórias e, claramente, ser um filme apenas para "diversão" sem tratar temas muito sérios, achei que tendo em conta essa intenção foi excelente: há uma energia e um ritmo contagiantes pelo filme todo. É óptimo para ver sozinho, com família, com seja quem for! Para não falar no guarda roupa maluco e nas belas paisagens :) E como me podia esquecer...do elenco invejável!

3.0/5Hollywood Ending Hollywood Ending 12 de Janeiro de 2011 às 01:47

Vale pela fabulosa Meryl Streep

4.0/5Ana Beja Ana Beja 13 de Junho de 2010 às 18:26

Excelentefilme, com excelente banda sonora enquadrada. Mostra mais uma vez como Meryl Streep é multifacetada, e como Amanda Seyfried, não é só mais uma menina bonita a tentar fazer-se passar por boa actriz!5*

5.0/5PedrooCosta PedrooCosta 6 de Abril de 2010 às 18:50

Revi novamente este filme. E como era de esperar voltei a sentir o mesmo entusiasmo que senti da ultima vez que o tinha visto. Mamma Mia mesmo sendo criticado por muitos e adorado por poucos foi o filme mais rentável de 2008. Lembro-me que nesse tempo, muitos jornais e revistas abordavam o sucesso deste filme. A meu ver todo o sucesso que este filme teve foi merecido. Quanto a Pierce Brosnan, a sua voz para mim não é a pior. DE TODO! Todos cantam lindamente. O seu ar sarcástico enquanto canta "S.O.S" é notável, mas nada por aí além para criar tanta polémica. É um filme comum, nada de grandioso, mas para mim o melhor Musical/Filme que alguma vez vi. Meryl Streep mostrou novamente de que é feita e que a sua "genica" não se perdeu com a idade. Amanda Seyfried lançou a sua carreira neste filme e como sabem podemos vê-la agora em alguns filmes. Ao rever Mamma Mia voltei a sentir aquela vontade de cantar as músicas que tão bem conheço.
E se Pierce Brosnan não tivesse sido tão falado, nem tivesse sido nomeado(a meu ver mal) para o razzies. TALVEZ, Mamma Mia 2 conseguisse ver a luz do dia.
Para mim, Mamma Mia voltou a trazer o animo ao cinema e voltou a avivar os musicais. Como foi dito e cantado por Hugh Jackman "The Musical is back".
5*

2.0/5jonas jonas 6 de Fevereiro de 2010 às 17:49

muito mau..por amor de deus...so a Meryl Streep é que se safa no meio disto tudo...2*

5.0/5João Filipe João Filipe 20 de Janeiro de 2010 às 20:12

Excelente banda-sonora, que se encaixa muito bem com a história que o filme pretende abordar. A abordagem da história está fantástica.
Superou as minhas expectativas iniciais

3.5/5Maaaaaaat Daaamooooon Maaaaaaat Daaamooooon 29 de Julho de 2009 às 23:19

É divertido, havia umas cenas que pareciam mais videoclips lol mas é um filme divertido! Personagens muito vivas.

3.5*

Vitinha Vitinha 19 de Julho de 2009 às 00:24

bom filme... muito energico e alegre,todos os fãs dos abba que tenham visto nao devem ter saido defraudados,boa musica e muita energia sao a receita para o sucesso,no geral os actores/cantores estiveram muito bem,Meryl Streep da um brilho especial a este filme...mas fica uma pergunta no ar.....Pierce Brosnan porque???
nao havia melhor?
foi apenas uma questao de marketing mas pronto foi pena,fez o que sabe...a mais nao e obrigado =)

3,5 ou 4*

3.5/5Diana Garcia Pereira Diana Garcia Pereira 11 de Maio de 2009 às 12:19

a pessoa sai da sala do cinema com vontade de se divertir e viver.
O filme tras bastante alegria!

4.0/5Pedro Afonso Pedro Afonso 20 de Fevereiro de 2009 às 18:48

Simplesmente, amazing!!!
Quem gosta das músicas dos Abba vai-se delicar com este filme, ainda por cima com as ilhas gregas como pano de fundo...
Vi o filme na Internet e adorei... Vejam!

2.5/5David David 3 de Fevereiro de 2009 às 01:01

Gostei do teu comentário mafalda! Mas mesmo assim não me convences! Tens razão o filme, põe nos bem dispostos! no entanto digo te vi o filme no Vasco da Gama no Segundo dia após a estreia, sala cheia, não ouvi ninguem cantar, mas digo te que muita agente adoro reviver os AbbA, e a vida que musica trazia as pessoas. Sem ser isto, não encontrei qualquer nexo no filme! Devoro filmes dos péssimos aos muitos bons, desde terror aos musicais, não genero que digo que não goste! por isso a minha opinião em relação a este musical é clara e penso que com esta banda sonora e estes actores conseguia se muito mas muito melhor!

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 11 de Janeiro de 2009 às 23:32

Nem mais Mafalda. É isso que muita gente não entende.

p.s. nem digo quantas vezes já vi o filme para não haver aqui "linchamento".. :P

5.0/5Donna Piper McGonagall Donna Piper McGonagall 11 de Janeiro de 2009 às 03:29

Este filme mudou a minha vida. Que alegria vê-lo. Adoro as músicas e os actores são espectaculares.

4.5/5Mafalda Sousa Mafalda Sousa 7 de Janeiro de 2009 às 17:03

Fantástico! Se ainda não viram vale a pena ver. Digo isto em nome de... toda a gente? Bem, se calhar tirando uma ou outra excepções, mas até hoje, tirando um amigo meu, niiiiiinguém me disse que não gostou deste filme. Não é uma obra-prima, não é um filme profundo, é um ÓPTIMO bocado. Nunca tinha visto nenhum filme que pusesse uma sala de cinema a cantar as músicas com os actores, como vi quando o fui ver pela primeira vez. Fui ver uma segunda vez ao cinema (sim, vi três vezes ao todo e não me arrependi de TODO) e dessa vez não cantaram mas APLAUDIRAM no final. É simplesmente mágico, deixa qualquer pessoa com um sentimento de felicidade indiscritível quando sai da sala. Agora que há em DVD não resisto em não comprar! 4,5 estrelas, não por tentar ser um filme com história e profundidade, mas sim por tentar (e com êxito) pôr todos bem dispostos. E é disso que precisamos, pessoas felizes. Muito bom.

3.5/5méke méke 26 de Dezembro de 2008 às 18:05

O filme não é um feito, óbvio que não. Mas e então, penso que essa não tenha sido de todo a ideia dos Produtores, porque nem todos os filmes tem de ser grandes feitos, com mensagens super profundas que nos deixam a pensar. Óbvio que nao outra vez. O objectivo do filme é mais que claro, abordaram a música dos Abba numa realização optimista que tranborda de alegria. Esse sim, foi e é o fim a que queriam todos chegar, e para esse fim a realização esteve a altura, assim como todo o cast (excepto o Pierce que foi inteiramente uma cara para comercialização).

4.0/5Flávio Flávio 24 de Dezembro de 2008 às 03:57

Simplesmente mereçe um 4..Musical muito bem feito..Nunca tinha visto um musical tao bom..Tambem so tinha visto pa ai 1 ou 2..Mas supreendeu pela positiva..

4.5/5Luis Carvalho Luis Carvalho 15 de Dezembro de 2008 às 20:46

Verdadeiro hino à alegria de viver. Deve ter sido excelente para estes actores de luxo terem feito este filme. Sem dúvida que é bom ver coisas assim. Gostei muito deste filme...

Cinema PTGate Cinema PTGate 15 de Dezembro de 2008 às 15:10

Caros cinéfilos,

A opinião de cada um já ficou bem clara e, não sendo este o lugar para esta constante troca de argumentos, daremos por encerrada a discussão.

2.5/5David David 15 de Dezembro de 2008 às 15:03

Sr. Filipe quanto aos erros ortográficos pedi dxclp, quanto ao tal "assério" esse já foi propositado! Eu acho que para resolver mos este assunto era irmos beber um café os três(filipe ana e eu) para disutirmos os assunto (filmes), e assim decerteza que nenhum daria erros ortográficos! Quanto ao mamma mia, por favor ñ, já chega ñ merece tanta audiencia! Se o filme comprometeu-se em ñ descer de divisão concerteza que cumpriu, mas eu acho que um filme normalmente para alem de querer lucrar gostava de estar no entre os lugares cimeiros! mas pelos vistos ñ... existem filmes que concorrem para os lugares de baixo! se assim é espero que cada vez que vá ao cinema metam uma estrelinha no rodapé para que possa saber que é um filme da liga secundária, assim vejo só em casa!Como ana diz se quiser reaviver memórias boas do passado ao som dos abba, (que já o fiz confesso lol)arranjo apenas o som ñ é preciso os video (para ñ falar que pierce brosnan estraga um pouco o panorama das musicas)! mas pronto cada gosta do que gosta! mas grande filme nunca! saudações

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 15 de Dezembro de 2008 às 14:50

Um filme, muitas vezes, é muito mais que um argumento. Um bom argumento faz, decerto toda a diferença quando o resto é medíocre. Um grande argumento, aliado a grandes interpretações, grande BSO, grande fotografia, faz uma obra-prima (vide, por exemplo, África Minha, para falar de algo mais recente). Este Mamma Mia! não tem um grande argumento (nem lá perto), mas tem grandes interpretações, uma grande BSO e uma razoável fotografia. Juntando tudo, temos um bom filme, mais marcante para uns (eu por exemplo), do que para outros, devido a tudo aquilo que a música dos ABBA simboliza para cada um.
Em relação a Chaplin, nunca gostei de cinema mudo e mesmo o género comédia é-me algo "estranho" (tirando as obras geniais de Blake Edwards, com Peter Sellers e Jacques Tati). Mas Chaplin foi um marco do cinema, como foi Dean, Wells, Brando, Eastwood (felizmente este ainda é), Fellini, Tati e, claro, Oliveira.
Mas pronto, este assunto tinha pano para mangas.

1.0/5Ana Ana 15 de Dezembro de 2008 às 14:12

Bom, mais uma vez repito: fica com a tua opinião que eu fico com a minha.
O único motivo, na minha opinião, pelo qual Mamma Mia! movimentou tantas multidões é o seguinte: a ignorância e incultura das pessoas. Uma coisa é ter gostado do filme e pronto admitir que não é decerto uma obra-prima, contudo, o que eu vejo diariamento são pessoas a dizer "Melhor filme que já vi!" "Maravilhoso! Inesquecível! Será um clássico!" (?????).
Mamma Mia! era um filme que me podia passar perfeitamente ao lado se não fosse tanta euforia! E, desculpa lá, Filipe Nunes, mas estás a ser um pouco contraditório porque se o argumento é para encher chouriços, o filme é mesmo um desperidicio. Mas que tipo de filme sem argumento tem interesse? A música por mais que seja boa não vai, de maneira alguma, fazer com que este filme não seja um desperdicio de tempo... para se ouvir as músicas, compra-se um CD dos ABBA ou mesmo da banda sonora do Mamma Mia! e pronto.
Ok, como já deu para ver, esta discussão não nos vai levar a lado nenhum.
Quanto ao que disseste acerca do Charles Chaplin, concordo plenamente: os seus filmes não são para todos. Eu, pessoalmente, gosto (principalmente porque os vejo desde que nasci), são muito marcantes para mim, no entanto, não´são filmes para todos. Mas temos sempre de valorizar a mente genial de Charles Chaplin era e o quanto ele contribuiu para a arte cinematográfica.

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 14 de Dezembro de 2008 às 23:35

Quando comparado com essas obras que mencionaste, pode não ser considerado "cinema". Mas nunca pode ser considerado desperdício de tempo!! Isso não. Até por tudo o que rodeou o filme, a expectativa que gerou, as multidões que movimentou! Não pode ser considerado desperdício pela brilhante (quer queiram quer não!) interpretação de Meryl Streep e pelas belíssimas paisagens. E, obviamente, pelas músicas!
Tem motivos mais que suficientes para não ser considerado desperdício de tempo! Para mim, desperdício de tempo é um John Rambo, Tempestade Tropical, Procurado, Saw 4, Indiana Jones IV...

p.s. e não gosto de Charlie Chaplin, apesar de lhe dar o valor que ele merece no desenvolvimento do cinema. Mas não gosto.

1.0/5Ana Ana 14 de Dezembro de 2008 às 17:27

O cinema de hoje em dia não é um desperdicio de tempo, há sempre filmes interessantes introduzidos em cada época, desde o início do cinema que existem maravilhosos filmes (cada era com o seu estilo)! Desde as satiricas obras-primas mudas de Charles Chaplin aos dramas e romances dos anos '30 e '40, aos deslumbrantes musicais dos anos '50 recheados de números deslumbrantes e cativantes, à beleza de filmes como 'Cabaret' e 'O padrinho' dos anos 70 e os filmes destes tempos que são filmes realistas, refinados e com magia e essência. Eu não estava a dizer que o cinema desta era era um desperdicio de tempo, estava a dizer que Mamma Mia! não era cinema, era um desperdicio de tempo! Mamma Mia! e não o cinema!
Se querem bons filmes vejam: 'Luzes na cidade', 'A quimera de ouro', 'O grande ditador', 'E tudo o vento levou', 'Casablanca', 'Serenata à chuva', 'My Fair Lady', 'O Padrinho', 'Cabaret' e muitos outros mais!
Claro que cinema é variedade! Cinema é emoção e comoção! Cinema é um modo de vida... e infelizmente, Mamma Mia não é cinema.

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 14 de Dezembro de 2008 às 16:38

Só um à parte: quantos de vos (david e ana) já viram filmes com mais de 30, 40 ou 50 anos?? E quantos?? O cinema, na sua verdadeira essência, era Wells, era James Dean, era Peter Sellers, era Audrey Hepburn... Se querem obras-primas, entre as décadas de 50-70 é que elas se encontram! Tudo o resto é quase paisagem! Quase, porque há excepções (felizmente!!).
Contudo, apesar de pouco cinema actualmente chegar aos calcanhares de um "Dr. Strangelove", "Omen", "Rebel Without Cause", "Canção de Lisboa", "Casablanca", "As Diabólicas", and so many other, naõ considero desperdício de tempo ver outro tipos de filmes. Nem do Seagal ou Van Damme, apenas porque são filmes que alimentam uma parte da população. Nem todos podem gostar de clássicos, tal como eu não aprecio Westerns. Mas o cinema é isto: variedade, multiplicidade, diversidade. E felizmente que assim é!

1.0/5Ana Ana 14 de Dezembro de 2008 às 12:04

Bom, eu sei que isto parece um pouco contraditório da minha parte, contudo, quero comentar estes dois comentários feitos anteriormente.
Concordo particularmente com o David quando diz "estamos no cinema e se queremos ver um bom filme quando pagamos 5 euros ñ podemos estar a espera de um argumento para encher "chouriços", mas sim de um argumento que para alem de entreter o espectador, seja um argumente com pés e cabeça!", vamos ao cinema para ver filmes decentes, algo que tenha estrutura e organização, se não tiver, logo está, será mais dificil gostar do filme.
Então, Filipe Nunes, este filme não foi feito para se uma obra-prima, pois não? Infelizmente não. No entanto, os filmes têm todos de "tentar" ser uma obra-prima. O que eu estou a querer dizer é: um realizador quer sempre que um seu trabalho seja reconhecido de alguma forma! Parece que os realizadires de Mamma Mia! eram uma espécie de grupo de adolescentes que estavam a realizar um filme para Área do Projecto! Ok, agora estou a exagerar! No entanto, este filme foi só mesmo feito para a brincadeira e lá porque já estava previsto "ser para a brincadeira" não quer dizer que nós tenhamos de ir para o cinema a pensar "esquece o argumento, já se sabe que é uma porcaria" e gostar do filme sem este ter argumento porque o argumento, independentemente de ser um filme com a música dos ABBA, tem de ser sempre "avaliado".
E também concordo quando David diz "vejam e leiam muito sobre cinema e depois então venham comentar", a arte cinematográfica é um dos nossos maiores bens e as pessoas desperdiçam-na vendo filmes... que, enfim, nem comento.
De qualquer das maneiras, também concordo com o Filipe Nunes em alguns aspectos.

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 14 de Dezembro de 2008 às 10:35

Se entendo ou não de filmes, não é uma pessoa que escreve "assério" que vai poder dizer. E, já agora, o que é "entender filmes"?? É ver todos os tipos de filmes? É ver os clássicos? É muito relativo isso de "entender filmes" e o sr. David fazia bem em cair na real.
Já disse anteriormente que, só quem fosse muito ignorante é que podia ir ver Mamma Mia! pensado que ia ver um bom argumento! Estava mais que visto que não ia ser assim e, portanto, só quem é realmente fã dos ABBA ia sair satisfeito. O filme cumpriu os objectivos a que se propôs, claramente. E muitas vezes que faz um filme não é o realizador. Só no papel, porque há muitos filmes que vivem exclusivamente dos actores, são literalmente eles que fazem o filme. Neste caso, quem fez o filme foram as músicas.
Portanto, sr. David, calma nas críticas, porque este filme nunca foi suposto ser uma obra-prima.

2.5/5David David 14 de Dezembro de 2008 às 02:26

P.S. Peço dxclp pelos erros ortográficos no coment anterior espero que percebam!

2.5/5David David 14 de Dezembro de 2008 às 02:24

Eu sei que isto que este site dá nos a oportunidade de expressar mos a nossa opinião e ñ de criticar mos a opinião dos outros! no entanto ou ler este últimos ñ consigo deixar passar a critica a filipe nunes que parece que "entende" de filmes! 1º um actor ñ é um filme nem um filme é um actor, concordo plenamente quando se diz que MS é uma grande actriz e concordo que ñ devamos dizer que ela perde a dignidade neste filme! ñ perde neste nem em nenhum! no entanto quem for fã dela fica um pouco desiludido ver uma actriz deste gabarito entrar num filme ridiculo como este! sem duvida que saimos bem disposto do filme pois acabamos de ouvir por completo o album dos abba que tantas boas memorias nos deixam, que ñ se esqueçam estamos no cinema e se queremos ver um bom filme quando pagamos 5 euros ñ podemos estar a espera de um argumento para encher "chouriços", mas sim de um argumente que para alem de entreter o espectador, seja um argumente com pés e cabeça! Quanto ao ter sido um filme muito aclamado é fácil explicar Ana, não é todos os dias que Meryl Streep e Pierce Brosnan a cantar! Concluindo, gosto bastante dos cenários, gosto bastante dos actores, gosto bastante da banda sonora mas como quem faz o filme é o realizador sai completamente desiludido mas a cantar "you're my dancing queen" lol! assério vejam e leiam muito sobre cinema e depois então venham comentar!
Saudações cinématográficas

1.0/5Ana Ana 13 de Dezembro de 2008 às 18:57

obrigada pelas tuas sugestões Filipe Nunes!
Acho que é melhor pararmos com esta discussão, eu não gostei do filme vocês gostaram e pronto. O objectivo deste site é comentar filmes, ou seja, dar a nossa opinião eu dei a minha e vocês deram a vossa, não vale a pena estarmos aqui a discutir.
.......................................

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 13 de Dezembro de 2008 às 16:50

Música mais dos anos 70 que 80, uma vez que os ABBA acabaram nos inícios da década de 80. Actrizes com experiência em musicais? Quem?? Madonna?? Zeta-Jones?? Não digas asneiras Ana, que a Streep (que não é umas das minhas actrizes de eleição) fez um trabalho extraordinário. O "007", nem por isso, mas ele também não estava lá para isso.
Mas que filmes é que tu, com 12 anos, podes ter visto que superem em tanto este?? Eu também admiti que o argumento de Mamma Mia! é para encher chouriços e que está mais que visto, mas o objectivo não era fazer um "Sound of Music", ou um "West Side Story" ou um "Jesus Christ SuperStar". O objectivo era fazer renascer um grupo único, como são os ABBA!
Já agora, se gostas tanto de músicais, recomendo-te o "A Canção Mais triste do Mundo", possivelmente um dos melhores musicais dos últimos anos e completamente desconhecido do grande público.

1.0/5Ana Ana 13 de Dezembro de 2008 às 12:22

Docas,
Já tinha confessado que tinha exagerado um pouco no meu comentário mas a verdade é que o filme não é assim tão bom!!!!!! Pode deixar as pessoas bem-dispostas facilmente, no entanto, não é, sem dúvida alguma, nenhum filme inacreditável que ainda não tenha sido feito antes.
Quando fui ver o filme, esperava um musical animado mas que ao menos tivesse uma estrutura mais organizada, porque o filme tem momentos muito ridiculos, temos de admiti. Mamma Mia podia ser um filme bom se não fossem algumas incorreções no argumento.
Quanto à Meryl Streep e ao Pierce Brosnan, bem nós sabemos que não são cantores e são actores e até se podem ter safado mas não seria melhor termos cantores a sério? E não me refiro a Shakiras nem a Beyonces. Estou a falar de actrizes com uma certa experiência em musicais.
Por amor de Deus! O filme não é nada de especial, as pessoas só o reveem devido à musica que bom, talvez não tenha sido "arruinada" mas comparada com a música dos ABBA não está assim grande coisa mas continua a ser boa música.
Não percebo porque é que o Mamma Mia está a ser tão aclamado porque, enfim, como já referido há maravilhosos musicais que provavelmente a maior parte das pessoas que adorou este filme não viu e que são, indubitavelmente, deslumbrantes!
Um argumento mesmo para encher, musica à anos 80 e que mais? Como é que é possivel que este filme seja tão aclamado?
Honestamente, não compreendo, devo ser só eu que cresci a ver filmes que realmente merecem aclamação!
Mamma Mia é um filme razoável, na minha opinião, com alguns elementos interessantes e umas paisagens mesmo belas.

5.0/5PedrooCosta PedrooCosta 9 de Dezembro de 2008 às 20:32

Ana desculpa estar a discordar completamente de ti... o teu 1º comentário nao tem pés nem cabeça tu nao gostas-te do filme mas dizeres que a Meryl Streep perdeu a sua dignidade?!?!? por favor!!!
E dizeres que as músicas sao mal interpretadas pelos actores por favor tu krias o ke em vez da Meryl a Beyonce ou a Shakira, e em vez do Pierce Brosnan um Justin Timberlake eles estao de PARABÉNS por oeu desempenho.
Uma observação nao sei se les a premiere e outras revistas que falem deste filme, e como tu disseste eu também tenho 12 anos, a Meryl cantou a música The Winner Takes It All à primeira. Outra coisa dizes que no chicago nao abusaram do ridiculo no teu ver achas que no Mamma Mia abusaram do ridiculo?!?!?.
Eu fui ver o filme cinco vezes ao cinema e nao me importava de ir ve-lo outra vez e sim sou um fã dos Abba e nao, nao era vivo nos anos oitenta e como o Filipe Nunes disse "qualquer verdadeiro fã vê e revê o filme "over and over".
Para acabar se saiste irritada do filme é porque entraste na sala a pensar que o filme ia ser um fiasco, quem vai ver este filme tem de saber com o que vai contar 1h e 30 de boa desposiçao e muito boa música.
Volto e Revolto a dizer que para mim o Mamma Mia foi um dos melhores filmes que já vi!!!
5*

1.0/5Ana Ana 15 de Novembro de 2008 às 17:51

ah, quase me esquecia! Eu achei o Chicago muito melhor que o Mamma Mia pela seguinte razão: tinha história e retratava bastante bem Chicago nos anos 20. Os números não estavam maus e não abusaram do ridiculo. E isso também se vê pelas nomeações aos Oscares que Chicago teve enquanto que o Mamma Mia, logicamente, não é merecedor de um único prémio da Academia.

1.0/5Ana Ana 15 de Novembro de 2008 às 11:11

Sim, talvez tenha exagerado. Eu sou uma grande fã da Meryl Streep e apenas achei muito esquisito vê-la num filme como este. Mas a verdade é que este filme irritou-me imensamente.

3.0/5Liliana Liliana 13 de Novembro de 2008 às 20:40

A Meryl Streep perdeu a dignidade?? :) Desde quando? É q não dei por nada disso ter acontecido! :P (risos)

Ana, tenho de reconhecer q tens um grande espírito critico, e isso é de louvar (e não é mto comum, principalmente numa rapariga da tua idade). Mas talvez tenhas exagerado um "bocadito" :) em alguns aspectos... O que eu acho é q o teu conceito de "dignidade" não é o mesmo q o nosso...A dignidade de uma pessoa não se perde por motivos destes! É apenas um filme! :) E a meu ver, a Meryl não poderia ter estado melhor! Ela surpreende em todos os sentidos! (quem me dera a mim chegar á idade dela com aquele espírito! Ela é fabulosa! ) Claro que, para nós o que pode ser divertido, para ti pode ser ridículo... Mas daí a dizeres: "Ignorem esta película"...já é demais! Fala por ti. P.ex. "Chicago" (uma das tuas sugestões) para mim, é um filme pior que este, mas sem duvida alguma.

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 13 de Novembro de 2008 às 00:16

Ai Ana, Ana....
Primeiro ponto, o filme foi feito para as músicas. Não era suposto ter um argumento brilhante. Não o tem, obviamente. É um argumento para encher chouriços. Verdade.
Agora, dizer que a M.S. perdeu a sua dignidade por entrar no filme é ridículo! Uma actriz com aquela qualidade pode fazer o que quiser que sai sempre por cima! E mesmo a cantar a mulher é boa!
Mensagem?? ABBA!! É preciso mais alguma coisa?? Não és fã de ABBA, por certo, pois qualquer verdadeiro fã vê e revê o filme "over and over".
E eu tenho os pés bem assentes em 2008, infelizmente. Mas pronto, com 12 anos certamente gostas de outro tipo de filmes...Terás tempo para gostar de coisas realmente boas.

1.0/5Ana Ana 11 de Novembro de 2008 às 22:08

Parece que a indústria cinematográfica está a ir pelos ares! Este filme é um fiasco total! O argumento não é sólido, a música é horrivelmente mal interpretada pelos actores, a Meryl Streep perdeu totalmente a sua dignidade, sujeitando-se a tal desgraça!
Comecemos pelo argumento: um bom guião tem de ter uma mensagem, fortes diálogos e um certo interesse. Mamma Mia! não tem nenhuma destas qualidades, qual é a mensagem? Não te enroles com três homens senão podes não saber quem é o pai da tua filha? Os diálogos não estão explicítos nem coerentes e não têm nada de especial. Onde está o interesse? A história até pode ser divertida e põe qualquer um bem-disposta mas está muito mal escrito e estruturado.
O elenco tem os seus altos e baixos. Meryl Streep, uma actriz respeitável, sujeitou-se a um disparate pegado. Pierce Brosnan perdeu todos os seus dotes. Enfim, falta-lhe potencial.
A música está mal interpretada por actores e não cantores: mas porque diabo é que foram postos dois actores famosos a cantar? Não tinham um espirito nem presença quando cantavam. Amanda Seyfried consegue cantar algum material de qualidade. A música dos ABBA foi um pouco arruinada pelo filme embora ainda contenha a sua magia.
É, enfim, um filme péssimo. Pode pôr qualquer um bem-disposto mas caiu num exagero! Abusaram do ridiculo! Abusaram da diversão! Perdeu todo o seu interesse e solidez com cenas tolas e desnecessárias que eram só mesmo para encher! Eu sai da sala de cinema bastante mal-disposta pois o que é demais é demais.
Tenham paciência, se viveram nos anos 80, com certeza adorarão este filme, mas se têm os pés bem assentes em 2008, ignorem esta película com uma realização vergonhosa! Não pensem que eu sou um crítico de cinema que gosta de implicar, tenho 12 anos, e bem vos posso dizer que há musicais mil vezes melhores do que isto. Experimentem Serenata à chuva, Chicago, A música no coração, My Fair Lady, A roda da fortuna etc.!
Não desperdicem tempo nem dinheiro!

jalfy jalfy 25 de Outubro de 2008 às 14:42

As representações musicais e o enorme vigor das personagens garantem o sucesso de mamma mia -:

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 9 de Outubro de 2008 às 00:07

Eu percebi o que quiseste dizer, Liliana.
É verdade, gosto muito dos ABBA como, alias, gosto muito da música dessa época, no geral.
Qualquer dia ainda te convertes! Era só eu falar mais um pouco contigo e ias achar Mamma Mia um dos 10 melhores de sempre! :P

3.0/5Liliana Liliana 7 de Outubro de 2008 às 20:00

Correcção: acho q a forma como escrevi pode induzir em erro: não é "entre outros musicais de Andrew Lloyd Webber" (o "Mamma Mia" não foi produzido por ele) eu queria dizer em comparação com outros musicais tb muito famosos mundialmente, como o "Cats", "Evita"... (ou até mesmo o referido "Fantasma da Opera", estes sim todos da autoria desse produtor musical)

3.0/5Liliana Liliana 7 de Outubro de 2008 às 19:43

Eu sei q os Abba fizeram (e ainda fazem) um sucesso inquestionável... Venderam milhões de álbuns em todo o mundo, e o musical (o espectáculo, não o filme) é "só" :) o musical mais visto de todos os tempos (inclusive entre outros musicais de Andrew Lloyd Webber)... isso como é obvio, não posso negar.

Ps.Mas q grande defensor dos ABBA! :) és mesmo fã! quase q me convenceste, mas continuo com a mesma opinião :P

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 7 de Outubro de 2008 às 00:04

Gostava que me fizesses uma lista das melhores músicas dos anos 70 e nela não incluísses (pelo menos) uma dos ABBA! É impossível, obviamente! Tens Dusty Springfield (mais nos 60), tens Bob Dylan, tens o grande Johnny Cash, Dolly Parton e mais uma série deles mas...tens ABBA!!

3.0/5Liliana Liliana 6 de Outubro de 2008 às 23:29

Eu disse "fraquinhas" porque estava a fazer uma comparação com outras q eu considero serem melhores...E é verdade q a história deste filme não é de forma nenhuma uma surpresa e a do Fantasma da Opera também já é bastante conhecida...nisso concordo contigo. :)

Mas não concordo quando dizes q o actor principal não sabia cantar...não foi o q eu achei! Tudo bem q está muito longe de ser um cantor de "ópera" ou de musica clássica, a voz dele aproxima-se mais do estilo "rock", e este distanciamento dos "moldes normais" , para mim, até foi bastante positivo. Conseguiu conferir ás musicas ainda mais intensidade, e por esse motivo acho q não poderiam ter escolhido melhor! E pelo q sei ele não é cantor,(tal como a Meryl Streep) é somente actor, apesar de ter cantado em alguns bares nos tempos em q andava a estudar, a propósito acho q fez bem em desistir da carreira de advogado p ser actor)...mas claro q é apenas a minha opinião. :)

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 6 de Outubro de 2008 às 14:27

Era mesmo para ti, Liliana. :P, esqueci-me de mencionar no meu comentário anterior.
Alto lá, chamar fraquinhas às letras dos ABBA é quase um sacrilégio!! Tens de tentar integrar as músicas na época (anos 70, inícios dos 80). Eram do melhor que se fazia e olha que se faziam coisas em tudo superior ao que se faz actualmente! O Fantasma da Ópera não me disse absolutamente nada. Primeiro considero que o actor principal podia, vá, saber cantar! Até a Meryl que é somente actriz fez o que fez...Depois, a história do Fantasma já é conhecida à muito, logo não é surpresa nenhuma. A história do Mamma Mia, apesar de também não ser surpresa nenhuma, tem as música tão bem colocadas, tão bem selecionadas que toda a gente se esquece da história!! E as coreografias estão excelentes e o elenco é muito bom (até Pierce Brosnan, quando se limita aquilo que realmente sabe fazer..).

3.0/5Liliana Liliana 6 de Outubro de 2008 às 13:12

Porque será q tenho a sensação q esse comentário do "estranho e pouco próprio" é p mim? Lol talvez pq fui a única q disse q não era fã dos Abba, mas mesmo sem ser fã tenho de reconhecer q as musicas tem ritmo e são divertidas (e fui ver o filme principalmente pelo elenco e por ser um musical...tinha curiosidade em ver estes actores neste registo).

Mas chamar mediocre ao Fantasma da Opera? Será q vimos o mesmo filme? (se vimos, uma coisa é certa não foi da mesma forma! : as musicas tem uma qualidade q as deste filme não têm : são arrebatadoras não só pela melodia, mas pelas maravilhosas letras (cheias de significado e conteudo, tanto q o filme quase não tem dialogos (as letras das musicas são mais q suficientes!)Já as das musicas dos Abba são muito fraquinhas… daí o filme ter um fraco argumento!

wishmaster wishmaster 6 de Outubro de 2008 às 12:48

nao sou adepto de musicais,mas...arrisquei e tenho de admitir que gostei do filme.
ao inicio tinha um pouco de receio que o filme nao fosse digno de interpretar as muscicas dessa grande banda chamada ABBA,mas a coisa nao correu assim tao mal;a historia é engraçada,as musicas bem escolhidas e os actores bons(Pierce Brosnan,nem por isso).outro ponto positivo é a excelente forma de Meryl Streep...

4.5/5Filipe Nunes Filipe Nunes 5 de Outubro de 2008 às 23:34

Primeiro, ir ver este filme sem ser fã dos Abba é...estranho e pouco próprio. Dai talvez teres achado esta belissima obra inferior ao medíocre Fantasma da Obra. Não é, bem pelo contrário. Sim ,a história deste é para encher chouriços e esta muito vista mas...a música faz toda a diferença!! E esta é boa, muito boa e será sempre boa! E esta muito bem encaixada no filme. E tem uma Meryl brilhante, num registo em que, sinceramente, tinha algumas dúvidas. Completamente dissipadas, pois é brilhante! (já Pierce Brosnan...)
É um filme que entretém e muito, que diverte que permite passar duas horas sem pensar em mais nada que não naquelas músicas que os verdadeiros fãs de ABBA gostam e conhecem de trás para a frente!
4/5

Luciana Luciana 14 de Setembro de 2008 às 14:41

Vou deixar aqui uma parte do texto onde diz que eles também gravaram em algumas ilhas da Grécia sim.

..."Depois de diversas semanas de gravação de vocais, seis semanas de prova de roupas, testes de maquiagem e ensaios de dança, a filmagem de "Mamma Mia!" teve início no estúdio de 007 em Pinewood, em junho de 2007. O set, criado pela desenhista de produção Maria Djurkovic, deu aos produtores a oportunidade de expandir o trabalho que Craymer, Lloyd e Johnson alcançaram no palco. Djurkovic usou o roteiro, e não necessariamente o espetáculo, como seu ponto de partida. "Mesmo sendo importante manter um certo ar teatral no filme, precisei criar um mundo que fosse completamente verossímil", ela explica. Depois de nove semanas de filmagem em estúdio, elenco e equipe viajaram para a Grécia, onde filmaram na ilha de Skiathos por cinco dias. Em seguida, foram para Skopelos para duas semanas de gravação e, finalmente, pisaram em terra firme em Damouhari para mais cinco dias. Todas as locações foram escolhidas depois de uma extensa pesquisa em 21 ilhas gregas. Contando com uma entusiasmada equipe local, o grupo encarou uma série de desafios, incluindo despachar uma grande quantidade de equipamentos, driblar os caprichos do clima, trabalhar no mar, ser atacado por vespas e acomodar 210 pessoas em pequenas ilhas".

Fonte:http://epipoca.uol.com.br/filmes_pressbook.php?idf=19317

4.0/5joanne joanne 13 de Setembro de 2008 às 22:26

concordo integralmente com ana markl, sao as musicas e meryl streep que salvam este filme, porque o argumento é vazio.

Saí bem disposta. Viva aos ABBA!|

4.0/5Adrix Adrix 12 de Setembro de 2008 às 18:55

Ora após tanto tempo à espera ( mesmo muito tempo tendo em conta que a fase publicitária começou "à séculos" ) vi finalmente o filme.

Um musical cheio de músicas estrategicamente encaixadas no decorrer da história que tão um tom muito agradavel e engraçado ao filme que é cheio de ritmo do inicio ao fim.

O local escolhido também encaixa que nem uma luva neste fresco musical para quem tiver a ter um mau dia ou quiser terminar o dia em beleza.

Algumas interpretações melhores que outras ( Pierce Brosnan ), mas as raparigas estão nitidamente mais à vontade tanto na dança como na cantoria e o trio Donna e as Dynamos é irreverente e bem disposto.

Sorte a minha poder ver filmes à borlix e assim repetir a dose deste musical fresquinho para terminar bem esta maré de verão

3.0/5Leonor Xavier Leonor Xavier 10 de Setembro de 2008 às 21:00

O filme é muito divertido, e é-o sobretudo pela banda sonora dos abba. É apenas um simples filme de entretenimento, as interpretações sao boas numa história simples. Fiquei desiludida com a qualidade da imagem, nota-se perfeitamente que o filme não foi gravado na Grécia, que é apenas um cenário de fundo, e acho que podiam ter feito um trabalho de computador bastante melhor, alguns passagens em que o sol reflecte nos cabelos das personagens mostra a sua artificialidade.

4.0/5Mónica Casanova Mónica Casanova 8 de Setembro de 2008 às 12:01

Adorei este filme. Uma história muito simples cheia de alegria e bom humor.
A Meryl Streep, uma das minhas actrizes favoritas, nao podia estar melhor, fantástica!
4*

5.0/5Maria João Maria João 8 de Setembro de 2008 às 01:29

Adorei! Há muito que não me ria assim!

4.0/5Cinéfilo26 Cinéfilo26 8 de Setembro de 2008 às 00:31

Gostei.É uma história engraçada,divertida e bem interpretada.Um convite á boa disposição.

5.0/5Rui C Rui C 7 de Setembro de 2008 às 23:50

Amei o filme!
Os cenarios sao lindissimos! Um ilha muito linda mesmo...
O filme é bastante animador.
Como a Liliana disse, o Pierce Brosnan não se mostrava muito à vontade no filme, não.. Podiam ter escolhido outra pessoa para interpertar um papel tão importante como aquele..
Tirando isso adorei!
4*

5.0/5Telma Telma 7 de Setembro de 2008 às 22:24

O filme ta espectacular deve ser o melhor remédio para a depressão, uma pessoa sai da sala com vontade de dançar!!!=)
5*

3.0/5Liliana Liliana 7 de Setembro de 2008 às 20:31

É sem duvida um filme com um certo espirito irreverente, e transmite uma "alegria" contagiante (apesar de haver momentos em q (quase) cai no exagero :)... E ficamos, de certa forma, bem dispostos depois de o vermos...

Mas como filme, e principalmente como musical, foi para mim... decepcionante. Ficou a milhas de distância do "Fantasma da Opera" (2004), ou até mesmo do "Moulin Rouge"...(alias, nem acho justo estar a comparar com estes 2 filmes)

O argumento é muito fraco (mas tb o q se poderia esperar de um filme com musicas dos Abba? :) (nunca fui apreciadora dos Abba, e não foi a ver este filme q mudei a minha opinião)

Mas quanto a Meryl Streep... palavras para quê? :) Simplesmente fantástica! Para mim, é uma das melhores actrizes de sempre! Quanto ao Pierce Brosnan, achei q, definitivamente musicais não fazem o seu tipo! (estava muito "preso" de movimentos e as cenas em q apareceu a cantar... achei muito "forçadas", faltou-lhe "mais naturalidade" :)

3*

5.0/5Madalena Nuruaga Madalena Nuruaga 4 de Setembro de 2008 às 20:35

Vi o filme hoje,
BEM! fantástico dos melhores musicais de sempre sem dúvida!
E aquelas 3 era só RIR

UM ESPANTO DE FILME.

5*