007 - Quantum of Solace (2008)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

3.0/5jonas jonas 31 de Outubro de 2009 às 19:21

ta pior que casino royale mas nao esta negativo de todo..merece nota positiva 3* Daniel Craig de facto assenta k nem uma luva no papel de Bond

Fernão Fernão 14 de Agosto de 2009 às 22:01

Daniel Craig é um bom 007. Mudança do estilo dos filmes do 007 era de esperar, mas retirar o Q e a secretária do filme é o mesmo que arruinar o 007.
Fraco, 2.0

2.5/5Inesfilomena Inesfilomena 18 de Julho de 2009 às 22:58

Uma tentativa, na minha opnião falhada

2.5/5Bernardo Bernardo 4 de Julho de 2009 às 23:56

Tenta aproximar-se tanto de Bourne e 24 que acaba por se afastar daquilo que é característico e único na série. Para quem é fã é uma desilusão, para quem não é fã é mais do mesmo.

Será que os filmes de 007 ainda fazem sentido hoje em dia?

4.0/5Adriano Adriano 30 de Março de 2009 às 23:54

A par com o Casino Royal como um dos melhores 007 !!!

3.5/5antonio Junior antonio Junior 28 de Março de 2009 às 23:53

A montagem das cenas do filme é soberba. A orientação que estão a dar à personagem Bond está cada vez mais distante das suas origens e mais perto de outras como "Bourn" ou "Rambo".

2.0/5crazyhorse crazyhorse 16 de Março de 2009 às 19:15

Fraco, fraquissimo, a roçar o riculo.
Já vi filme do Seagal com mais entusiasmo...

3.5/5anakel anakel 20 de Fevereiro de 2009 às 11:38

nem mto bom... nem mto mau...

carlosrodrigues carlosrodrigues 20 de Fevereiro de 2009 às 10:41

Não me desiludiu nem me espantou... é contudo um filme à James Bond

3 estrelas

2.5/5PedroMaga PedroMaga 9 de Fevereiro de 2009 às 23:22

Sinceramente, achei o filme péssimo, talvez pelo peso de ser vir depois do sublime Casino Royale, que foi dos melhores da saga.

Daniel Craig é um bond diferente, sem dúvida, mas cumpre bem o seu papel.

2.5/5*

4.0/5Aristófanes Aristófanes 6 de Fevereiro de 2009 às 11:34

Em primeiro lugar, não posso deixar de dizer que definitivamente Daniel Craig mostrou que pode fazer de James Bond. Um James Bond diferente, mas um que é muito seu. Quanto ao filme em si, a acção está ao nivel de grandes filmes de acção, a realização está um pouco desesperada, até no tempo que o filme encerra. Mas o argumento, muito embora tenha a audácia de falar de temas da actualidade, é curto e deixa bastantes pontas soltas, talvez à espera de mais uma continuação que dê um toque final nesta nova entrada de "Bond, James Bond".

mngolo mngolo 25 de Dezembro de 2008 às 18:27

Gosto do Daniel Craig como Bond,diferente menos engatatão mas sedutor na mesma se bem que de uma forma menos lamechas, para mim o melhor Bond a seguir ao impagável Sean Connery,O filme é bom e com boas cenas de acção, o argumento na minha opinião
e melhor do que os primeiro 007 com Craig. 3.5/5

4.0/5Nekas Nekas 22 de Dezembro de 2008 às 16:57

Um filme muito bom........cheio de acção....boa interpretação

3.5/5joão santana joão santana 22 de Dezembro de 2008 às 15:11

Um bom filme de acção. Craig mostra uma vez mais que é o homem certo para o papel de Bond. 3.5/5*

3.5/5Viciado Cinema Viciado Cinema 11 de Dezembro de 2008 às 17:53

O ritmo mais acelerado lhe garante mais entretenimento sob um argumento muito bem escrito. Craig veste a pele de Bond como Steve McQueen se trata-se. Superior ao Casino Royale

3.5/5

2.0/5Lourenço Lourenço 8 de Dezembro de 2008 às 05:23

Nao foge muito ao anterior.. nao acho muita piada aos 007,neste Quantum of Solace chega a ser desinteressante em muitas das partes, 2.0*

Ant Sil Ant Sil 6 de Dezembro de 2008 às 20:57

Uma completa decepção!...e mais não digo.

3.5/5Rolling-Murray Rolling-Murray 26 de Novembro de 2008 às 10:36

Depois do fulgurante Casino Royale as expectativas para esta (verdadeira) sequela estavam altíssimas, até porque Paul Haggis voltava a meter o dedo no argumento e na cadeira de realizador se sentava o prolífico Marc Forster (autor de pérolas como Monster's Ball, Finding Neverland ou Stranger Than Fiction). Sendo verdade que fica no geral aquém do seu antecessor (nomeadamente em substância no enredo), Quantum of Solace mantém-se no mesmo rumo, continuando a mostrar um Daniel Craig perfeito na pele deste Bond "reinventado" (alguém imagina Roger Moore ou Pierce Brosnan a largar o cadáver de um amigo num caixote do lixo?), a dar maior destaque à bond girl (Kurylenko tem um desempenho bastante interessante) e a focar temas de indiscutível actualidade: o assustador poder de intervenção das multinacionais a nível governamental, os interesses petrolíferos ou a disputa pelos recursos mais importantes do planeta (os hídricos) são disso exemplo.
Concluido o "capítulo Vesper", resta-me dizer que aguardo com curiosidade saber qual o rumo que a saga seguirá a partir daqui: mais do mesmo (que em si não deixa de ser positivo, mas...) ou novo rasgo de inovação?

3.5/5MIGUEL MIGUEL 23 de Novembro de 2008 às 13:21

Tem bons efeitos especiais e muitas pripécias de acção. Tem boas interpretações de Daniel Craig e Judi Dench. Também tem uma boa banda sonora incluída a música de Alicia Keys e Jack White.
O tempo é curto para um filme do James Bond. A última e maior pripécia de acção é muito cedo
Bom.
3.5

Absolutkris Absolutkris 17 de Novembro de 2008 às 14:13

Nunca fui fan da série 007, gostei muito do "A view to a kill" por causa dos Duran Duran, lol. Este Daniel Craig tem muito que se lhe diga. Gosto da frieza e do cinismo e do ar duro. E gosto sobretudo que tenha deixado cair os tiques dos outros 007 anteriores a ele que me irritavam e muito. Os maneirismos de macho então tiravam-me do sério, aquelas frases ridiculas que eles usavam para engatar as Bond Girls...argh!!!Assim sendo o filme vale por isso. Tem muita violência? Pois tem. Mas estes filmes "Double 0" são mesmo para isso, entreter e libertar stress. A vida já anda demasiado séria. Haja filmes para kick some ass;)

2.0/5Filipe Nunes Filipe Nunes 17 de Novembro de 2008 às 13:01

Vazio, oco e inócuo. Pouco se aproveita deste novo 007. Argumento não existe. Perseguições, explosões e mulheres bonitas! E mais nada. É triste ver onde a saga está a cair...
2/5

Te Te 13 de Novembro de 2008 às 20:17

Continuo a sublinhar a coragem e a audácia de escolher Daniel Craig como James Bond e de facto congratulo e apoio a escolha porque Craig oferece uma nova dinâmica a este clássico do cinema, um Bond mais violento, menos clássico que esquece a pose, um Bond que sofre por amor e procura vingança. Considero este filme inferior ao fantástico Casino Royale, enredo mais pobre que não dá muito espaço á Bond Girl que não tem tempo para desenvolver a sua personagem já que todo o filme se desenrola em torno de Vesper. Uma nota baixa também para o vilão que não demarca bem a posição como tal.
Aplaudo mais uma vez a sempre brilhante Judi Dench e a sua relação quase que maternal com este Bond especificamente .
Um sentimento nostálgico em relação ás cenas iniciais com o agente “Q” e sua engenhocas e uma grande homenagem para o delicioso Desmond Llewelyn.

3.5/5Mónica Casanova Mónica Casanova 11 de Novembro de 2008 às 23:26

Inferior ao Casino Royale, mas não deixa de ser um bom filme. Tenho de admitir que não acho muita piada ao Daniel Craig como actor, mas mesmo assim achei-o bem no papel.
Tambem achei este filme mais violento que os anteriores, mais luta corpo a corpo com cenas bastante boas!
3.5*

4.5/5Boneko Boneko 11 de Novembro de 2008 às 01:09

adorei o filme, e cada vez gosto mais do daniel craig a 007, acção non stop, onde o termo correcto é shoot first, ask questions latter :)

tambem fikei com a sensacao k a historiaenredo poderia ter sido melhor, ms n deixa de ser um grande filme

4.0/5Maaaaaaat Daaamooooon Maaaaaaat Daaamooooon 8 de Novembro de 2008 às 22:45

Inferior ao Casino Royale...mas mesmo assim bastante bom! Muito melhor que os outros filmes do 007 que ja vi. Não bate o Casino Royale mas tmb é muito bom...gostei da nova musica do 007...é diferente mas gostei.
Os creditos iniciais é que pareciam muito um videoclip mas foram estilosos lol
Quantum of Solace - 7.5* (0/10)

Jorge Tomé Santos Jorge Tomé Santos 8 de Novembro de 2008 às 11:57

O filme começa com uma alucinante perseguição automóvel que me deixou cansado; quando pensava que ia conseguir recuperar o fôlego, eis que começa nova perseguição, esta pedonal e “saltal”, e o meu fôlego quase que se foi.

Pois é, o James Bond do louro e sexy Daniel Craig está de volta, mas ao contrário do interessante CASINO ROYALE (que eu considero um dos melhores filmes da série), desta vez o pequeno passa a vida em excitantes perseguições, não tem tempo para usar o seu charme e no final ficamos com a sensação que o filme quase não tem história. Bond quer vingar-se de quem matou a sua paixão do filme anterior e pelo meio descobre uma conspiração que não parece chegar a lado nenhum.

O realizador Marc Forster, mais habituado a dramas como FINDING NEVERLAND (um dos meus filmes favoritos) e MONSTER’S BALL, parece ter enlouquecido e quis experimentar fazer um filme de super-acção e destruir o maior número de carros possíveis. É verdade, o filme tem algumas boas perseguições, mas estas são tão rápidas (será que sou eu que estou a ficar velho para estas montagens ultra-rápidas?) que é impossível prestar atenção a tudo o que está a acontecer. Falta plausibilidade a toda esta acção e algumas cenas são completamente ridículas (a sequência da ópera), ou demasiado exageradas (o final no hotel do deserto).

Craig é um excelente actor e o seu Bond, frio e violento, mas falta-lhe humor. Como o mau da fita, Mathieu Amalric é uma figura patética e, no confronto final, parece uma mulher histérica (perdoem-me a expressão). Quanto às Bond girls, duvido que alguma fique para a história e o mesmo se pode dizer da terrível canção tema.

Classificação: 1½ estrelas (de 1 a 5).

4.0/5Adrix Adrix 8 de Novembro de 2008 às 02:08

Daniel Craig volta a ser Bond, James Bond nesta sua segunda aventura. Agora ainda mais interiorizado na sua personagem.
Quantum Of Solace continua a história de Casino Royale onde Bond parte em busca da razão pela qual Vesper o traiu.

Como é habitual Bond viaja por locais fantásticos ( exelente trabalho de fotografia ao longo de todo o filme ) e exóticos.
A bond girl de serviço cumpre bem o seu objectivo e é muito convincente e Daniel Craig continua muito bem a transmitir imagem de um Bond duro e insensivel. Um autêntico agente secreto.

Em geral as restantes personagens preenchem o seu espaço no filme e M continua marcável.

As sequências de acção continuam bastante realistas e cheias de dinamismo e com uma cena inicial alucinante que embora se sinta um ligeiro "deja vu" em relação ao anterior, mas que acompanhadas de uma banda sonora, algumas vezes original e interessante cria o ambiente perfeito para tornar este Bond numa boa continuação da sua já longa saga cinematográfica.

3.0/5Marcos Marcos 7 de Novembro de 2008 às 20:49

Banal, nada de novo...depois de ter ficado surpreendido com Casino Royale, sentimos que falta um pouco de "sal" em Quantum of Solace.

2.5/5PedroMaga PedroMaga 28 de Outubro de 2008 às 20:48

Estou ansioso para que este filme chegue ás salas de cinema. Embora não seja um super-fã da série 007, o último filme fascinou-me muito, sendo, na minha óptica, um dos mais completo da saga.

Só espero que este «Quantum of Solace» não me desaponte...!

4.0/5Bruno Martins Bruno Martins 27 de Setembro de 2008 às 02:43

Está aí mais um filme do duble 0... Estamos perante da continuação do Casino Royal... O lado frio de um James Bond... Mais um Filme da realeza Inglesa ... Quando tivermos 100 anos ainda passará filmes de James bond ou seja 007