The Spirit (2008)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

3.0/5Diogo Pinheiro Diogo Pinheiro 6 de Janeiro de 2013 às 11:32

São óbvias as influências de Sin City. A história não é má de todo, mas a dada altura o filme devia ter decidido que caminho seguir: ou um lado mais negro ou um lado mais leve e cómico. Tentar conciliar os dois foi o seu erro, pois aquele sentido de humor não cabe num filme destes. Em suma, podia ter sido muito melhor.

2.5/5Franck Costa Franck Costa 29 de Junho de 2011 às 23:31

Um grande elenco num grande desastre. Nada por onde se lhe pegue.

2.5/5ordep2173 ordep2173 8 de Junho de 2009 às 14:39

Foi uma total perda de tempo o que gastei a ver este filme e posso dizer que já vi filmes maus mas nunca fiquei a pensar que tinha perdido o meu tempo como neste

1.5/5Viciado Cinema Viciado Cinema 8 de Maio de 2009 às 18:05

Patetice, é a unica coisa que me apetece caracterizar um filme que só vive dos nomes do elenco e do visual, essa mesmo copia de Sin City.

1.5 / 5

3.5/5Liliana Liliana 15 de Abril de 2009 às 02:58

Em relação ao excelente visual, a comparação com o "Sin City" parece inevitável. Não é surpresa...este filme é muito ao estilo de Frank Miller. Mas como filme achei que, á primeira vista, é mais "levezinho" que o Sin City. Considero-o mais sarcástico, adorei a ideia dos diálogos medíocres (alguns são mesmo péssimos) mas estão perfeitos no contexto. Tem pormenores muito interessantes ( e não, não me estou a referir apenas ao jeitoso do Spirit (Gabriel Macht) com aquela voz também extremamente encantadora ;)... Achei especialmente interessante a forma como retrata as "velhas" ambições do Homem, as suas "eternas" buscas: riqueza (bens materiais, claro), poder, justiça (e esta será a parte mais "nobre" da questão), ciência (como pode ser "bem" utilizada e aplicada), e para mim, a "melhor" de todas: a imortalidade. Tudo isto conjugado com referências mitológicas e históricas "subtis" :) é um filme arrojado, sem dúvida. Sem ser intelectualmente elaborado, acaba por conseguir expor, e de certa forma ridicularizar, vários "temas" de uma forma muito divertida (e corajosa), e só por isso 3,5*

Ps. A cena da "fuga" do caixão...fez-me lembrar "Kill Bill" :)

2.5/5kimERA kimERA 9 de Abril de 2009 às 10:50

Estava ansioso para ver este filme mas tornou-se numa decepção, um conteúdo muito fraco apenas suportável com os bons efeitos visuais.

2.0/5Coiso Coiso 9 de Abril de 2009 às 02:05

Filme sem "pés nem cabeça", o surrealismo latente neste filme roça o ridículo!!!Diálogos ridículos...uma desilusão!!!

2* por causa da qualidade visual e...Eva Mendes!!! :)

3.5/5Adrix Adrix 26 de Março de 2009 às 16:13

The Spirit é um conjunto imenso de géneros num pequeno filme cheio de exentricidades e situaçãoes incriveis.

Visualmente mantem o nivel de Sin City, mas The Spirit surpreende-me um pouco pela qualidade de interpretações também fora do normal com personagens bem adaptadas.

Eva Mendes hiper-mega-sensual com dois dedos de testa (finalmente), Scarlett fantástica como sempre e um Samuel L. Jackson a fazer um Octopus incrivelmente louco. Adorei!

Cheio de imagens e captações potentes, o filme cativa quem o apreciar como filme e não entertenimento porque obviamente não é para todos os gostos.

-- vale bilhete de cinema --

3.0/5Rolling-Murray Rolling-Murray 25 de Março de 2009 às 20:40

Ao contrário do que aconteceu relativamente a "Watchmen", desta vez não estava de todo familiarizado com a série de comics originais da autoria de Will Eisner, pelo que não me posso pronunciar especificamente sobre a qualidade da adaptação ao grande ecrã. Relativamente ao filme em si, já é outra coisa. Visualmente, como não poderia deixar de ser, é espantoso, aproveitando muito do que foi feito em "Sin City" (que foi co-realizado por Frank Miller), mas também se pode apontar que nada de novo trouxe nesse aspecto. Nota também positiva para o belíssimo elenco feminino, onde Eva Mendes transborda sensualidade por todos os poros, seguida de muito perto pela "explosiva" espanhola Paz Vega.
Quanto aos pontos fracos do filme, não me agradou a sua esquizofrenia quanto ao género em que se movimenta: tanto dá ares de film noir como de fita de acção, como do nada se transforma numa comédia sexista ou ainda numa burlesca, com um teor descaradamente "cartoonesco". Como disse anteriormente, não conheço de todo os comics originais, mas já são várias as vozes conhecedoras que afirmam que Miller se espalhou na adaptação da obra do seu "mestre". No que à minha opinião diz respeito, "The Spirit", como filme, é apenas mediano.

3.0/5Maaaaaaat Daaamooooon Maaaaaaat Daaamooooon 21 de Março de 2009 às 17:36

3.5* (enganei me lol)
Aumentei a nota devido ao facto do filme ser intencionalmente tambem uma comedia. Por isso essa cena que eu falei sobre os dialogos as vezes serem engraçados e isso ser mau. Bem afinal é bom pois o filme é uma comedia tambem. Aumentei porque tive muitos risos com umas cenas: "And this is for Muffin" lol o filme teve bons momentos de acção e bons momentos comicos. Mulheres sexys. Mas basicamente como eu antes tijnha dito não é nada de mais.

3.0/5Maaaaaaat Daaamooooon Maaaaaaat Daaamooooon 21 de Março de 2009 às 17:26

Visualmente falando o filme parece uma copia do "Sin City". Os monologos são muito bons mas alguns dialogos conseguem ser tão maus que são engraçados. No entanto o filme consegue manter o espirito da banda desenhada mas só numa certa parte, como por exemplo as lutas. Um filme com muita fantasia. Mas sinceramente não é nada de especial.
3*

Dri Dri 19 de Março de 2009 às 17:03

Será melhor que o Sin City? Também estou ansiosa... um aparte: Gabriel Macht é lindo :]

Tom Tom 9 de Março de 2009 às 17:35

deve ser um bom filme
estou ansioso por ir ver