Resistentes (2008)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

2.5/5Diogo Silva Diogo Silva 20 de Março de 2011 às 21:24

As performances e o ambiente são impecáveis, assim como as cenas de acção, mas chega numa altura em que há melhores alternativas no seu género e apenas se pode recomendar como entretenimento...

3.5/5jonas jonas 9 de Janeiro de 2010 às 17:29

Supreendeu-me pela positiva..nao esperava que fosse tao prazivel. Bom argumento e boas interpretações, numa realização que podia ser melhor, mas que é satisfatória. 3.5*

André Manuel Dias Amorim André Manuel Dias Amorim 4 de Agosto de 2009 às 15:44

Resistentes não é apenas mais um filme da segunda guerra mundial, Resistentes é um retrato minimamente fiel, da história de um grupo de irmãos que com a sua coragem e vontade de viver, salvaram a vida a mais de 1200 judeus, aquando da ocupação germânica por terras alheias.

Com um elenco forte, onde se destacam nomes como Daniel Craig e Liev Schreiber, este filme não nos consegue deixar indiferentes ao drama vivido pelos irmãos Bielski. A nível argumentativo, considero o filme bastante razoável, achando apenas que por vezes cai em diálogos excessivamente “clichés”, que invariavelmente acabam por tirar algum peso e sentido à história. As interpretações são sólidas, em particular Liev Schreiber que acenta que nem uma luva no papel do irmão mais renegado e decidido, “Zus Bielski”, já Jamie Bell foi uma boa surpresa no papel de “Asael Bielski”, que se vê obrigado a crescer para acompanhar os seus irmãos, e Daniel Craig, que têm aqui um dos papeis mais ricos com que se deparou na sua carreira, acaba por não desperdiçar e encarar bem o papel de “ Tuvia Bielski”, o líder dos Bielskis. A nível de actores secundários, creio que as escolhas foram bem feitas, tendo de destacar também Mark Feuerstein, nem que seja por aquilo que representa ao longo do filme.

Já a nível técnico, a banda sonora foi algo que poderia ter levado este filme a outro patamar, coisa que não acontece muito infelizmente, e a nível de fotografia somos contemplados com belas paisagens e momentos bastante agradáveis para os nossos olhos, tal como de resto o realizador Edward Zwick nos têm habituado ao longo da sua curta mas boa carreira, onde já constam filmes de peso como é o caso de " Diamante de sangue " ou " O ultimo Samurai ".

Concluindo e para todos os que vão á espera de um filme carregado de drama ou de um simples filme de acção, desenganem-se, Resistentes vai além disso e presenteia-nos com 2 horas de cinema de qualidade e entretenimento, sendo que a frase que prevalece no fim é " Freedom begins with an act of defiance! ".

4.0/5Tom Tom 23 de Junho de 2009 às 19:01

Bom filme mas podia ser mais aprofundado.
Em termos de história oxalá houvesse mais tipos como os Bielski.
4*/5

Duarte Santos Duarte Santos 16 de Março de 2009 às 15:10

Numa história verídica que tinha tantas pontencialidades, ficou-se por isto. Tenho que concordar com algumas opiniões que referem que existe um vazio. É o pior filme que vi sobre o holocausto. Nota 3.2

3.5/5Tiago Oliveira Tiago Oliveira 8 de Fevereiro de 2009 às 12:50

Tenho de concordar com a Liliana, Defiance tem uma boa história apesar de faltar um pouco de acção, e um pouquito de thriller. Talvez Defiance entrou no box-office +10 devido ao seu elenco, mais propriamente Daniel Craig.
Aconselho.

4.0/5Liliana Liliana 6 de Fevereiro de 2009 às 12:38

E já agora...são tantos os argumentos lógicos q poderiam utilizar para criticar negativamente este filme... mas "demasiado vazio" e próprio p "insónias"??

Sinceramente não entendo. Apesar das falhas, como pode ser vazio e seca um filme q é baseado na história de 3 irmãos, cuja coragem e resistência salvou...cerca de 1200 pessoas? (poderiam ter inventado algo melhor? realmente isso de salvar pessoas é algo com pouco valor ou importância... lol) Já não se fazem homens como os irmãos Bielski (se fazem...onde andam eles? devem andar muito escondidos ou perdidos algures (risos)

4.0/5Liliana Liliana 5 de Fevereiro de 2009 às 21:27

Mais uma vez, Hugo Gomes, não concordo!E não vou atirar o exemplo de Blood Diamond... porque foi o filme de Edward Zwick q menos gostei...Acho (q tal como Baz Luhrmann) é um realizador mal compreendido...Não por ser cínico, mas sim por não o ser. Acusam-no de abusar dos artificios do espectáculo (pois...e faz muito bem!). Ele assume e transmite claramente quais são as suas ideias e perspectivas (demasiado "americanizadas"? Talvez. Mas não se pode agradar a todos)

2.0/5Hugo Gomes Hugo Gomes 5 de Fevereiro de 2009 às 19:53

Respeito de quem gosta, n faço as palavras aqui do Viciado do Cinema, mas este Defiance é um mau filme, demasiado vazio e tal como referi o comenatdor, apenas a tecnica (fotografia,banda sonora) ainda sobrevive.

O que me meteu mais raiva neste filme, foi mais o facto de estar integrado no box-office +10, enquanto que Frost/Nixon que é muito mais filme que este, nem se sequer encontra na decima posição.

Eu nunca gostei de Edward Zwick porque acho um realizador sem alma, já sei que a seguir vão me atirar o exemplo de Blood Diamond, mas trata-se de um filem cinico apenas tem os artificios de especatculo que toda a gente adora e bons desempenhos (definitivamente Djimon Hounson merecia o Oscar), para mim o melhor filme do realizador foi mesmo Glory, de resto Last Samurai, The Siege e The Blood Diamond, são tudo filmes-pipocas sob o disfarçe de dramas poderosos. Este Defiance bate mesmo no fundo, acreditem que sim.

4.0/5Liliana Liliana 5 de Fevereiro de 2009 às 19:18

Viciado Cinema, o teu "nojo" é legítimo. A "beleza" do cinema (e de qualquer outro tipo de arte) é a capacidade de despertar, em cada pessoa, sentimentos e sensações diferentes... Mas num aspecto estás equivocado, porque a julgar pela pontuação deste filme, pelo menos aqui no site, não me parece que agrade a todos :) (antes pelo contrário)

1.5/5Viciado Cinema Viciado Cinema 5 de Fevereiro de 2009 às 15:37

Enoja-me o facto de ser este o tipo de filmes que agradam um vasto publico, de Edward Zwick tentar criar um epico tecnico, onde as personagens e as emoções são inexistentes. Enoja-me, simplesmente.

1.5/5

3.5/5Lourenço Lourenço 5 de Fevereiro de 2009 às 03:32

Esta história veridica tem de facto o poder de nos tocar e inspirar. Transmite a mensagem do que é de facto um verdadeiro resistente.

Se for para ver filmes de guerra como este, chamem-me que eu vou!

Muito bem conseguido. 3.5*

4.0/5Liliana Liliana 31 de Janeiro de 2009 às 22:04

Será este filme uma obra-prima? Talvez...não. Mas mesmo assim não consigo ficar indiferente a esta história. Principalmente por ser verídica. O realizador de filmes como "Diamante de Sangue" ou "Ultimo Samurai", regressa com mais uma história, sobre honra, coragem, resistência, união...e sobrevivência. (E altruísmo (e não é o "altruísmo" insonso e com requintes de puro masoquismo que é exibido no recente "Sete Vidas", poupem-me desses "pseudo-dramas").

Ah grande 007!! Que bem está Daniel Craig neste filme (que bela personagem...grande líder, e grande ser humano!) Excelente homenagem ao verdadeiro Tuvia! Aliás, todos os irmãos Bielski estão muito bem representados!

Asael :"Nada é impossível!" 4*

4.0/5Boneko Boneko 24 de Janeiro de 2009 às 02:48

I LIKE!!

3.5/5Mónica Casanova Mónica Casanova 24 de Janeiro de 2009 às 02:04

Uma historia que por ser verídica ainda nos prende mais.
Um filme que conta a história de 3 irmãos judeus que refugiados, juntamente com muitos que conseguiram salvar e alguns que se iam juntando a eles, lutaram corajosamente contra os nazis.
Bem interpretado e realizado, vale a pena ver!

4.0/5Coiso Coiso 23 de Janeiro de 2009 às 05:33

Uma história verídica, num filme com alguma acção e emoção...Boas interpretações que nos prendem ao ecrã...

4*

1.0/5Nuno Gonçalves Nuno Gonçalves 22 de Janeiro de 2009 às 23:13

Esperava melhor.
2,5/5.

4.0/5Paulo Gonçalves Paulo Gonçalves 14 de Janeiro de 2009 às 15:57

Uma história real, contada num filme extraordináriamente fantástico. Um épico a não perder! Nota: 4*

5.0/5João Pedro João Pedro 5 de Janeiro de 2009 às 16:23

Baseado em uma história verdadeira extraordinária, "o Desafio" é um conto épico de família, honra, vingança e salvação na Segunda Guerra Mundial. O ano é 1941 e os Judeus da Europa Oriental estão sendo massacrados pelos milhares. Conseguindo evitar certa morte, três irmãos tomam o refúgio nas madeiras circundantes densas que eles sabiam desde a infância. Lá eles começam a sua batalha desesperada contra os Nazistas. Daniel Craig, Liev Schreiber e estrela de Jamie Bell como irmãos que viram uma luta primitiva para sobreviver em algo muito mais conseqüente – um modo de vingar as mortes dos seus amados salvando milhares de outros.