Star Crossed - Amor em Jogo (2009)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

2.0/5Hollywood Ending Hollywood Ending 18 de Janeiro de 2011 às 04:17

Muito fraquinho. Ganha pela forma como explora o Porto, na minha opinião.

daniel daniel 24 de Junho de 2009 às 23:33

estou ansioso para ver o filme

xD

3.0/5MantorrasBranko MantorrasBranko 9 de Junho de 2009 às 03:49

Na minha opinião, este filme tem uma boa ideia, no que concerne a fazer a velha história de amor entre dois jovens de famílias inimigas, mas que, neste caso, se odeiam por causa do futebol; por causa de equipas rivais. Penso que faz imenso sentido no nosso país, viciado em futebol e repleto de enormes rivalidades dele originadas. Não acho que a analogia com a história de Romeu e Julieta esteja muito bem conseguida; parece um pouco forçada. Como já referi, gosto da premissa do filme, no entanto, acho que se perde muito essa ideia de rivalidade entre clubes, porque, a uma certa altura, a meu ver, desliga-se a relação com o futebol e os acontecimentos centram-se muito no problema amoroso dos jovens, sem misturarem a tal componente clubística, que era o que este filme apresentava de original. Para mim, devia ter continuado, como no início, com cenas de futebol; expressar a rivalidade como se vê no nosso campeonato, com comentários de parte a parte, com os adeptos a caluniar; ou seja, devia ter representado melhor todo o ambiente duma competição futebolística, e como o casal tentava relacionar-se no meio, e o impacto que isso teria nos vários elementos do mundo do futebol, neste caso, português. A partir de uma certa parte, parece que é mais uma qualquer difícil história de amor… Ao ver este filme, lembrei-me de três coisas: do tal romance de Romeu e Julieta – ainda que, na minha opinião, pouco conseguido, – do Porto e do Benfica… *Spoilers* daqui para a frente – Senão vejamos: uma das equipas do filme, chamava-se Invicta, vestia de azul e jogava no estádio do Porto; a outra equipa, não tinha um nome suspeito, mas era vermelha e branca; e as duas eram grandes rivais. Havia algumas diferenças, mas havia coisas muito parecidas. Uma das coisas que não achei muito bem feitas, foi aquela cena do jogo de rua, que me pareceu bastante exagerada… Resumindo, a ideia era atractiva e, no começo, estava a rolar bem, mas depois divorcia-se do ambiente de futebol e rivalidade, e foca-se mais na relação familiar da rapariga e nas peripécias que os levam ao fim que teve o casal de Shakespeare. E, já agora, outra coisa que está parecida com a realidade, é que o presidente do clube de azul também é fanático e criminoso…