(2009)

poster

a crítica

(...) as personagens não descolam dos estereótipos que já conhecemos, em muito devido ao pouco tempo de exposição que lhes é dedicado. Ao argumento falta ainda ritmo, humor e uma abordagem mais acutilante.”
Marco Oliveira, Premiere