Deixa-me Entrar (2008)

poster

Sugerir blog


Se achar que merecemos, p.f. coloque um link para esta p‡gina. Agradecemos o seu contributo!

Para submeter um link faça login ou registe-se

blogs

4.0/5Let The Right One In
não é, de todo, uma obra perfeita. No entanto, torna-se impossível ignorar as suas mais valias e a forma como consegue criar uma fábula tão despretensiosa e abrangente. Temos um lado macabro e obscuro mas somos também presenteados com uma faceta ternurenta e tocante.”
Cinema is my Life, 17/Jun/2009
4.5/5"Let the Right One In" por Nuno Reis
A fotografia está fenomenal e a realização impecável. O talento dos actores fez o resto.”
Antestreia, 14/Jun/2009
4.0/5Deixa-me Entrar, por Tiago Ramos
Afinal há quem consiga pegar em fórmulas aparentemente gastas e renová-las completamente, conferindo-lhes uma espécie de lufada de ar fresco (...) uma história que aborda a sua mitologia de uma forma bastante original.”
Split Screen, 11/Jun/2009
5.0/5Låt den rätte komma in
É acima de tudo a história de uma amizade que supera tudo e todos, contada de forma lenta mas ritmada e que não cai em facilitismos do género. Låt den rätte komma in é um belo produto. Do melhor que o cinema europeu tem para nos dar.”
em35mm.blogspot.com, 3/Jun/2009
5.0/5Crítica - Let the Right One In
Recheado de cenas únicas que prosperam no imaginário do espectador por tempo indefinido, muito longe de clichés imperantes e nobres, que se prolongam na mente como recompensas de thriller, bónus gore e extras românticos. Interpretações amplas, talentosas, espontâneas dirigidas pelas coordenadas do que melhor existe no cinema indie actual, garantem um lugar muito especial na 7ª arte a "Let The Right One In".”
Portal Cinema, 29/Mai/2009
4.0/5Crítica Costas Mandylor - "Deixa-me Entrar"
Todo o filme tem uma veia poética e um exercício filosófico sobre a solidão e o encontro da dita alma gémea num qualquer ponto da existência de cada individuo, que é extremamente importante e aquilo que diferencia este filme dos outros filmes relacionados com vampiros. Por vezes até nos esquecemos que estamos a ver um filme que sequer se relacione com o sobrenatural (...) no momento certo insere os elementos necessários para criar o terror e surpreender-nos de forma extraordinária.”
Ante-cinema, 28/Mai/2009
Let the Right One In - Review
Let the Right One In é um filme fabuloso, singular e surpreendente pela sua originalidade, pela sua frescura na temática sobre vampiros. Mas dizer que este filme é apenas sobre vampiros é ficar longe desta verdadeira obra-prima moderna, deste fantástico drama sobre uma amizade sem limites. Com uma narrativa lenta, adulta e rica nas suas personagens, assistimos a um terror sem exibicionismos, numa perspectiva diferente e tocante, um terror tanto belo e real quanto macabro e brutal.”
acinevision.blogspot.com, 27/Mai/2009
4.0/5Point-of-View Shot - Låt Den Rätte Komma In
Um retrato credível e terno de uma amizade improvável. Uma história em que o maior horror não é a presença de uma criatura sobrenatural, mas uma simples condição humana que ameaça desumanizar-nos: a solidão.”
http:, 27/Mai/2009
5.0/5Let The Right One In
A fotografia é negra e claustrofóbica, a realização, mais uma vez madura, o ritmo é lento, mas confirmo, releva a beldade do filme. Let The Right One In destaca-se pela sua experimentalidade com o terror, e a prova de que este não tem que ser um mero "pipoqueiro" sedento de sangue, mas sim um conto de contornos únicos de formosura. Um dos melhores filmes do ano”
Cinematograficamente falando, 29/Mar/2009
Let the Right One In
O que parece ser um filme de terror é muito mais que isso, é um drama com um toque de romance e uma história absolutamente espectacular envolvendo tudo (...) não tem momentos mortos, é sólida e bem construída, deixa perguntas no final do filme, o que é sempre bom, e, mais que isso, a deixa o espectador a roer as unhas para saber o que acontece a seguir.”
extremelyalive.blogs.sapo.pt, 11/Jan/2009