Marginais (2010)

poster

Sinopse

Incesto, lutas de rua ilegais, Jiu-jitsu, redenção, amor, paixão e vingança, são alguns dos temas abordados em Marginais. Maria é filha de Constantino, vive uma relação conflituosa com o seu pai, que vê nela uma substituta para a sua falecida mulher. Maria tem um temperamento bastante forte, educa a sua filha Ana debaixo do fogo cruzado, com o seu pai. Ana é uma menina de 11 anos, que passa a maior parte do seu tempo no seu quarto, ensaiando uma música para o sarau da escola. Um certo dia, encontra o seu vizinho mais recente, Marco. Em Marco encontra o apoio que nunca teve em casa. Marco é um músico amargurado com a vida.

Carlos e Lucas são dois irmãos afastados pelo destino. Lucas é socialmente activo, trabalha em um clube de vídeo, namora com a Maria, com quem sonha casar e seguir uma vida. Carlos instavel e perigoso, vive em rota de colisão com o sua vida, têm um ginásio clandestino onde dá aulas de Jiu jitsu de dia, e à noite participa em lutas de rua ilegais para ganhar mais algum dinheiro. Em um passado recente, Lucas causou involuntariamente a morte da mãe num acidente de carro. Carlos nunca o perdoou e desde então afastou-se de Lucas com a ideia de uma vingança.



Visitantes
Visitantes
1.5 (5 votos)
O meu voto
Login / Registo
Crítica
Crítica
0.5 (2 votos)

Detalhes

Ano: 2010
Estreia nacional: 16 de Setembro de 2010 (#17 na 1ª semana)

País: Portugal
Género: Drama
Classificação: M/16
Distribuidora: Bosque Secreto

Realização:
Hugo Diogo

Intérpretes:
José Fidalgo, Patrícia André, Inês Guimarães

Links:
www.marginais.com (site oficial)
vimeo.com/9826583 (trailers)
www.imdb.com/title/tt1556186

A crítica

(...) em MARGINAIS não há um argumento, há fios de histórias que não se chegam a entretecer (...) Mais um filme português sem ponta por onde se lhe pegue.”
Jorge Leitão Ramos, Expresso

Blogs

1.0/5Crítica: «Marginais» – Mais um filme português…
De tudo o que há de mau, o menos mau será a fotografia.”
Ante-cinema, 24/Set/2010
2.0/5Marginais
A ideia de Marginais poderia similar como qualquer fita de Scorsese, mas é na verdade um cocktail de manchetes de jornal filmado como um teledisco se tratasse. Existem boas intenções, esforços, mas nada feito com rigor e profissionalismo, sendo assim Marginais é carente de uma sólida matriz narrativa e de boas interpretações por parte dos actores envolvidos.”
Cinematograficamente falando, 21/Set/2010
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.


Nenhum comentário adicionado.