Mistérios de Lisboa (2010)

poster

Sinopse

Numa Lisboa de intrigas e identidades ocultas encontramos uma série de figuras que dominam o destino de Pedro da Silva, órfão de um colégio interno: padre Dinis que de aristocrata e libertino se converte em justiceiro, uma condessa roída pelo ciúme e sedenta de vingança, um pirata sanguinário tornado próspero homem de negócios; que atravessam a história do séc. XIX e a procura de identidade do nosso personagem.



Visitantes
Visitantes
3.8 (11 votos)
O meu voto
Login / Registo
Crítica
Crítica
3.8 (11 votos)

Detalhes

Ano: 2010
Estreia nacional: 21 de Outubro de 2010 (#14 na 1ª semana)

País: Portugal, França, Brasil
Género: Drama
Duração: 272 min.
Distribuidora: Atalanta

Realização:
Raoul Ruiz

Intérpretes:
Léa Seydoux, Melvil Poupaud, Clotilde Hesme

Outros títulos:
Mysteries of Lisbon

Links:
www.misteriosdelisboa.com (site oficial)
vimeo.com/14417860 (trailers)
www.imdb.com/title/tt1236371

A crítica

(...) notável, sensualista, recheado de surpresas e engenhos que se adequam por inteiro às suas opções de mise en scène.”
Francisco Ferreira, Expresso
Dura 266 minutos - garanto, todavia, que não há ponta de cansaço ou de fastio (...) MISTÉRIOS DE LISBOA é o esplendor de um género”
Jorge Leitão Ramos, Expresso

Blogs

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

3.0/5Valverde Valverde 10 de Novembro de 2011 às 21:39

Se os valores de produção são do melhor que já se viu num filme de época em Portugal - sendo produzido pelo português Paulo Branco e tendo uma cast e crew multinacional - desde a meticulosa direcção artística à belíssima fotografia e rigorosas montagens de som e edição, o realizador chileno Raoul Ruiz tira o melhor do seu elenco, uma verdadeira lição que estes actores dão (e principalmente Adriano Luz) de como estar com imponente presença numa obra clássica da literatura portuguesa.

José Trigueiros José Trigueiros 23 de Agosto de 2011 às 00:32

Este filme é um erro de casting grosseiro. Talvez por Raoul Ruiz ser chileno, não tenha notado que vedetazinhas de telenovela não estão à altura da sua realização, e muito menos das personagens de Camilo Castelo Branco. Tirando isto, é um filme notável.