O Concerto (2009)

Le Concert

poster

Sinopse

Na época de Brejnev, Andreï Filipov era o maior maestro da União Soviética e dirigia a célebre Orquestra de Bolshoï. Mas após ter recusado separar-se dos seus músicos judaicos, entre os quais o seu melhor amigo Sacha, foi afastado em plena glória. Trinta anos mais tarde, ele trabalha todos os dias no Teatro de Bolchoï... como empregado de limpeza.

Uma noite, quando Andreï fica a tratar das limpezas até tarde, dá de caras com um fax endereçado à direcção do Teatro - um convite do Teatro de Châtelet para que a Orquestra de Bolshoï vá tocar a Paris.

Subitamente, Andreï tem uma ideia louca: porque não reunir os seus antigos companheiros, que hoje em dia vivem de pequenos trabalhos e dirigi-los em Paris, fazendo-os passar pela orquestra de Bolchoï?

É a oportunidade tão aguardada de, finalmente, se vingarem...



Visitantes
Visitantes
3.9 (18 votos)
O meu voto
Login / Registo
Crítica
Crítica
1.2 (5 votos)

Detalhes

Ano: 2009
Estreia nacional: 25 de Novembro de 2010 (#13 na 1ª semana)

País: França, Itália, Roménia, Bélgica, Rússia
Género: Comédia, Drama
Duração: 119 min.
Distribuidora: Castello Lopes

Realização:
Radu Mihaileanu

Intérpretes:
Aleksey Guskov, Dmitri Nazarov, Mélanie Laurent

Outros títulos:
The Concert

Links:
www.castellolopesmultimedia.com/oconcerto (site oficial)
www.youtube.com/watch?v=b3-e3_GcQaA (trailers)
www.imdb.com/title/tt1320082

A crítica

(...) uma fábula que se desequilibra a meio caminho, quando a comédia dá em farsa e depois emerge uma história dramática (...) E é pena, porque, a espaços, O CONCERTO é muito bom.”
Jorge Leitão Ramos, Expresso

Blogs

3.0/5O Concerto, por Carlos Antunes
O Concerto é um filme de público, um filme com vontade de chamar as pessoas ao cinema e dar-lhes um largo leque de emoções. De mantê-las cativadas em dois espectros de emoções convincentes mas diametralmente opostas.”
Split Screen, 2/Jan/2011
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

4.0/5jorgecouto jorgecouto 12 de Março de 2012 às 22:33

Excelente filme. Ao estilo kusturika.

4.0/5Maria Inês Maria Inês 10 de Março de 2011 às 13:34

Gostei, sentido de humor muito presente e passa-se um bom bocado! Um elenco muito original, também!

4.0/5jonas jonas 26 de Janeiro de 2011 às 05:44

dos melhores que vi este ano sem duvida..4* se ganhar o oscar de melhor filme estrangeiro nao vou ficar surpreendido