Biutiful (2010)

poster

Sinopse

"Biutiful" é uma história de amor entre um pai e os seus filhos. Esta é a história de Uxbal, um homem em conflito, que luta para reconciliar a paternidade, o amor, a espiritualidade, o crime, a culpa e a mortalidade entre o perigoso submundo da Barcelona moderna. O seu meio de subsistência é ganho com biscates, os seus sacrifícios pelos filhos não têm limites. Tal como a vida, esta é uma história circular que termina onde começa. À medida que o destino o cerca e que vão sendo ultrapassados limites, um caminho fusco e redentor que se vai iluminando. Iluminando as heranças outorgadas de pai para filho, e a mão paternal orientadora que guia os caminhos da vida, sejam bons, maus - ou belos.



Visitantes
Visitantes
3.9 (48 votos)
O meu voto
Login / Registo
Crítica
Crítica
1.8 (6 votos)
galeria

Detalhes

Ano: 2010
Estreia nacional: 27 de Janeiro de 2011 (#9 na 1ª semana)
Estreia mundial: 20 de Outubro de 2010

País: Espanha, México
Género: Drama
Duração: 147 min.
Classificação: M/16Q
Distribuidora: Castello Lopes

Realização:
Alejandro González Iñárritu

Intérpretes:
Javier Bardem, Maricel Álvarez, Hanaa Bouchaib

Links:
www.biutiful-lapelicula.es (site oficial)
www.castellolopesmultimedia.com/biutiful (site oficial)
www.imdb.com/title/tt1164999

A crítica

(...) confirma apenas o que sempre soubemos: que, sob o soufflé das narrativas em mosaico que marcavam os anteriores filmes do realizador, se escondia um projeto de cinema de uma pobreza franciscana”
Vasco Baptista Marques, Expresso
BIUTIFUL, que tem na primeira meia hora o melhor que Iñarritu já deu ao cinema, prova também que um filme "levado aos ombros" por um ator não é necessariamente um grande filme.”
Francisco Ferreira, Expresso

Blogs

5.0/5Biutiful
Bardem traz outro desempenho excepcional (...)”
Cinematograficamente falando, 21/Mai/2011
4.0/5Biutiful, por Carlos Antunes
Alejandro González Iñárritu não se deleita na podridão social e humana, filma-a de peito aberto. Assim nos proporciona, mais uma vez, algum do seu melhor cinema. Com a benção de ter Javier Bardem a encará-lo de volta, o realizador fez de Biutiful um filme que nos encarquilhará a alma. A beleza paga-se caro num mundo que se encobriu e endureceu.”
Split Screen, 14/Fev/2011
4.0/5Biutiful
...hoje finalmente saí para ir ver um filme que queria muito ver. Realizado pelo mexicano Alejandro González Iñárritu, "Biutiful" é o seu mais recente filme e eu fui vê-lo ao cinema mas confesso que fiquei um pouco desiludido. Esperava mais desse filme, apesar de que gostei muito.”
o filme da minha vida, 2/Fev/2011
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

3.5/5Diogo Pinheiro Diogo Pinheiro 12 de Junho de 2012 às 04:19

Drama forte suportado por um enorme Javier Bardem.

4.0/5André Filipe Moreira Santos André Filipe Moreira Santos 25 de Março de 2012 às 22:22

Até à data é o pior filme de Iñárritu, o problema é que os anteriores são enormes filmes....e este é apenas um bom filme com um grande Bardem...
4*

4.0/5jonas jonas 25 de Maio de 2011 às 05:01

é um filme intenso e pesado de ver. Javier Bardem esteve fantastico! dos melhores filmes de Inarritu 4*