Thor (2011)

poster

a crítica

(...) ruídos, explosões e uma desgraçada mediocridade narrativa... o que é que Kenneth Branagh faz à frente de tudo isto?”
João Lopes, Diário de Notícias
(...) uma espécie de rodízio de referências feito para agradar a toda a família (...) Só lhe falta mesmo, que pena, fazer-nos acreditar por um segundo que tão lauta e variada refeição contém, de facto, algo de próprio para nos dar a provar.”
Vasco Baptista Marques, Expresso