Sou o Número Quatro (2011)

I am Number Four

poster

Sinopse

Adolescentes alienígenas tentam adaptar-se à escola na Terra depois do planeta onde viviam ter sido destruído por uma espécie inimiga. No entanto, rapidamente descobrem que estão a ser perseguidos na Terra pela mesma espécie que destruiu o planeta de onde vieram.



Visitantes
Visitantes
2.7 (63 votos)
O meu voto
Login / Registo
PTGate
PTGate
2.0

Detalhes

Ano: 2011
Estreia nacional: 17 de Março de 2011 (#3 na 1ª semana)

País: EUA
Género: Acção, Ficção Científica
Classificação: M/12
Distribuidora: ZON Lusomundo

Realização:
D.J. Caruso

Intérpretes:
Dianna Agron, Alex Pettyfer, Timothy Olyphant

Outros títulos:
Eu Sou o Número Quatro (Brasil)

Links:
findnumberfour.com (site oficial)
www.facebook.com/IAmNumberFour
www.imdb.com/title/tt1464540

A crítica

Depois das surpresas de acção e suspense que foram «Paranóia» e «Olhos de Lince», ambos protagonizados por Shia LaBeouf, D.J. Caruso vira-se agora para o... mais ››
Paulo Figueiredo, Cinema PTGate

Blogs

2.0/5I Am Number Four
Crepúsculo, mas com ETs!”
Cinematograficamente falando, 14/Abr/2011
3.0/5I Am Number Four, por Sara Queiroz
O problema reside mesmo na premissa do filme. É uma história interessante sem dúvida, contudo não posso deixar de achar que na adaptação para filme, este deveria ser renomeado para "I Am another Cliché", pois torna-se num filme pouco dinâmico, claramente direccionado para adolescentes. É inevitável a sensação de que vimos isto tudo no passado, creio que é muito semelhante a Jumper e Twilight.”
Depois do cinema..., 13/Abr/2011
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

3.5/5Diogo Pinheiro Diogo Pinheiro 21 de Janeiro de 2013 às 03:25

Ganharia se tivesse mais intensidade desde cedo, mas vai subindo. Uma aventura razoável e com uma premissa interessante para uma futura saga.

2.5/5..::Cátia Cruz::.. ..::Cátia Cruz::.. 15 de Setembro de 2011 às 09:22

Não me convenceu. Dá a ideia de ser o capítulo inicial de uma provável saga, embora não seja minimamente memorável ou marcante para tal. O argumento é mais do que familiar, as interpretações são pouco convincentes e muito menos carismáticas e a acção é barulhenta e banal. É óbvio que entretém e acredito que agrade a um determinado público, mas falta-lhe, sem dúvida, maturidade e expressão. Vê-se...

4.0/5Lord of the Rings Lord of the Rings 28 de Maio de 2011 às 15:34

O filme não é assim tão mau