A Vida Não É um Sonho (2000)

Requiem for a Dream

poster

Sinopse

Sara (Ellen Burstyn) é uma mulher solitária que redescobre o prazer da vida com a possibilidade de aparecer na televisão. Por outro lado, o seu filho Harry (Jared Leto), a namorada, Marion (Jennifer Connelly) e o seu melhor amigo Tyrone (Marlon Wayans), querem montar um negócio para viciados, de venda de drogas leves porta a porta. Mas rapidamente todos descobrem que será difícil atingir as suas aspirações... recusando-se, no entanto, a desistir mesmo quando o destino lhes prega partidas ainda mais sérias.
[por Ângelo Geraldo]



Visitantes
Visitantes
4.4 (172 votos)
O meu voto
Login / Registo
PTGate
PTGate
3.5

Detalhes

Ano: 2000

País: EUA
Género: Drama

Realização:
Darren Aronofsky

Intérpretes:
Ellen Burstyn, Jared Leto, Jennifer Connelly, Marlon Wayans

Links:
www.requiemforadream.com (site oficial)
www.requiemforadream.com/requiemtrailer.mov (trailers)

Blogs

5.0/5A Vida Não É Um Sonho
Absolutamente hipnótico, contagiante e electrizante, «A Vida Não É Um Sonho» é o reflexo perfeito de uma alma genial, um universo de transfiguração do real, alucinante e psicadélico, que se concretiza triunfalmente (...) sem sombra de dúvida, uma das mais estimulantes e perturbadoras obras-primas da sétima arte.”
Cineroad, 28/Set/2009
5.0/5Grandes Momentos Cinematográficos - Especial Darren Aronofsky
Requiem for a Dream é genuinamente perfeito em todos os sentidos. A começar pela magnífica e inovadora realização que Aronofsky implementou no filme.”
Ante-Cinema, 17/Fev/2009
4.0/5A vida não é um sonho
Requiem for a Dream situa-se naquelas experiências surreais e intensas que só alguém com grande mestria e talento conseguem mostrar na tela.”
em35mm.blogs.sapo.pt, 23/Dez/2008
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

3.5/5..::Cátia Cruz::.. ..::Cátia Cruz::.. 26 de Junho de 2011 às 12:32

Um drama perturbador, recheado de grandes interpretações por parte de um elenco de luxo. Chega a ser desconfortável e isso só pode ser considerado como um ponto a favor.

5.0/5Vitinha Vitinha 25 de Abril de 2011 às 22:36

Que grande filme,brutalissima chapada,devia ser mostrado a todo mundo antes de existirem as drogas na forma que as conhecemos hoje,aposto que ia afastar muita gente deste caminho,Ellen Burstn esta fenomenal,Leto esta tambem bastante bem,mas os parabens aqui teem de ser par Aronofsky,uma obra prima sem sombra de duvidas

5.0/5João Tiago Figueiredo João Tiago Figueiredo 4 de Março de 2011 às 03:47

Penso que a palavra que melhor define o filme é «asfixiante». Uma obra brilhante de um grande realizador.

Banda sonora mítica. 5*