Drive - Risco Duplo (2011)

Drive

poster

Sinopse

Driver (Ryan Gosling) é um condutor profissional de automóveis de Los Angeles, duplo para produções cinematográficas durante o dia e motorista para bandos de assaltos à mão armada durante a noite. Apesar de ser um solitário por natureza, não consegue deixar de se apaixonar pela sua bela vizinha Irene (Carey Mulligan), uma jovem e vulnerável mãe arrastada para o perigoso submundo com o regresso da prisão do marido, Standard (Oscar Isaac).

Depois de um golpe, destinado a pagar a protecção de Standard, dar inesperadamente para o torto, Driver dá consigo a ter de defender a mulher que ama, perseguida por um perigoso sindicato de criminosos (Albert Brooks e Ron Perlman). Mas quando percebe que os bandidos perseguem mais do que o saco de dinheiro no porta-bagagem, querendo também a pele de Irene e do seu filho, Driver é forçado a mudar de direcção e partir ele próprio à ofensiva.



Visitantes
Visitantes
3.8 (81 votos)
O meu voto
Login / Registo
Crítica
Crítica
2.1 (10 votos)

Detalhes

Ano: 2011
Estreia nacional: 08 de Dezembro de 2011 (#5 na 1ª semana)

País: EUA
Género: Acção, Crime
Duração: 100 min.
Classificação: M/16
Distribuidora: PRIS Audiovisuais

Realização:
Nicolas Winding Refn

Intérpretes:
Ryan Gosling, Carey Mulligan, Bryan Cranston

Links:
www.imdb.com/title/tt0780504

A crítica

(...) o filme esgota-se numa imitação barata de Tarantino”
João Lopes, Diário de Notícias
Nada contra o princípio revisionista do projeto, mas atenção: Refn é uma daquelas flirteuses que só sobrevivem à custa das sucessivas camadas de maquilhagem que a ajudam a dissimular a inanidade do... mais ››
Vasco Baptista Marques, Expresso

Blogs

5.0/5Drive
Drive é assim, automaticamente a obra de culto de 2011.”
Cinematograficamente falando, 12/Jan/2012
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

5.0/5Nascimento Nascimento 21 de Julho de 2014 às 09:49

Soberbo, este filme tornar-se-á um culto do cinema, banda sonora do melhor que se tem produzido nos últimos anos, falam aqui da lentidão das cenas como negativo, completamente em desacordo, aqui é que que está o excelente trabalho do realizador e do actor, as cenas são lentas sim mas dão uma sensação de contemplação e é isto exactamente que atrai neste filme, uma certa intimidade que o actor estabelece com cada cena, recomendo este filme para quem queira ver algo diferente... EXCELENTE FILME E EXCELENTE BANDA SONORA.

3.5/5André Filipe Moreira Santos André Filipe Moreira Santos 15 de Agosto de 2013 às 10:29

O argumento é banal, mas o trabalho do realizador e de Gosling elevam o filme. Destaco a cena do elevador...
3.5*

3.0/5Mónica Bonjour Mónica Bonjour 23 de Março de 2012 às 15:39

Só mesmo a banda sonora e o actor que tem se revlado fantástico e versátil. mas ia com grande espectativa ver o filme e acabou por ser muito aquém do que esperava pela lentidão das cenas e, aquele amor no meio da história em que as personagens mal se falam.