A Coisa (2011)

The Thing

poster

Sinopse

A paleontologista Kate Lloyd (Mary Elizabeth Winstead) viajou para a uma região remota para a expedição da sua vida. Juntando-se a uma equipa de cientistas noruegueses que se deparam com uma nave extraterrestre enterrada no gelo, descobre um organismo que parece ter morrido num acidente, há muito tempo atrás. Mas este está prestes a acordar.

Quando uma simples experiência liberta o extraterrestre da sua prisão de gelo, Kate tem de se juntar ao piloto Carter (Joel Edgerton) para impedir o monstro de os matar a todos. E neste vasto e intenso terreno, um parasita que consegue transformar-se em tudo o que toca, irá pôr humano contra humano enquanto tenta sobreviver por si mesmo.



Visitantes
Visitantes
2.7 (24 votos)
O meu voto
Login / Registo
Crítica
Crítica
1.5 (2 votos)

Detalhes

Ano: 2011
Estreia nacional: 03 de Novembro de 2011 (#5 na 1ª semana)
Estreia mundial: 13 de Outubro de 2011

País: EUA, Canadá
Género: Terror, Ficção Científica
Duração: 103 min.
Classificação: M/16
Distribuidora: ZON Lusomundo

Realização:
Matthijs van Heijningen Jr.

Intérpretes:
Mary Elizabeth Winstead, Joel Edgerton, Ulrich Thomsen

Links:
www.thethingmovie.net (site oficial)
www.imdb.com/title/tt0905372

Filmes relacionados

Veio do Outro Mundo (1982)

Blogs

3.5/5The Thing
No meio de tantos remakes, sequelas e prequelas de clássicos, com qualidade duvidosa, este The Thing destaca-se. Não é tão profundo, nem de perto nem de longe, como o filmaço de Carpenter. Tem algumas falhas e tem algum tratamento á-lá-hollywood, mas surpreendentemente, não é demasiado burro ou vazio de conteúdo.”
35mm, 22/Abr/2013
3.0/5The Thing
(...) complemento ao grande clássico da ficção científica.”
Cinematograficamente falando, 8/Out/2012
2.0/5a coisa (bué de fitas)
não tem personagens carismáticas nem uma história que prenda. as interpretações são chatas (faltam actores competentes) e o recurso constante ao cgi substitui a atmosfera claustrofóbica que tanto encantava no primeiro filme, banalizando-se a história.”
Bué de fitas, 6/Mar/2012
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

2.5/5..::Cátia Cruz::.. ..::Cátia Cruz::.. 30 de Novembro de 2011 às 14:33

Competente enquanto prequela dos acontecimentos retratados na obra de 1982, mas superficial e banalíssimo no que toca a tudo o resto. :)

4.0/5Rui  Fernandes Rui Fernandes 27 de Novembro de 2011 às 16:26

Achei a interpretação da Mary Elizabeth Winstead muito boa, a mistura entre terror e ficção cientifica combina muito bem neste filme,a criatura conhecida por "a coisa" também achei-a muito bem feita, as outras interpretações também estavam muito boas, a banda sonora também era boa, os efeitos especiais também eram muito bons...

4.0/5Rui  Fernandes Rui Fernandes 27 de Novembro de 2011 às 11:17

Apesar de não ter visto o de 1951 (se não tiver em erro) e o de 1982 de John Carpenter, porque não eram do meu tempo... Mas esta prequela sim é do meu tempo, e o que tenho a dizer do filme é que achei-o muito bom, para prequela não está nada mal.... Com o decorrer do filme, o filme vai tornando-se cada vez mais interessante e ficamos agarrados a ver o filme a ver o que vai acontecer (foi o que me aconteceu), não tem paragens mortas, a parte que podia ter sido melhor era a parte de desconfiarmos quem é quem? Mas ainda assim houve ali uma personagem que me surpreendeu no final (quem vir o filme ira perceber de que personagem tou a falar)... Recomendo a verem este filme!!!

4*