Argo (2012)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

5.0/5Bruno Ricardo Moreira da Costa Bruno Ricardo Moreira da Costa 28 de Dezembro de 2016 às 12:14

"Argo" é uma obra-prima do actor e realizador norte-americano Ben Affleck em 2012. Já ganhou 3 Óscares de Academia. A história contou sobre a verdade que aconteceu na Crise dos Reféns do Irão no final dos anos 70 e a crise torna-se num escândalo.

A verdade é só a verdade e nada pode dizer mentiras. Como por exemplo com a interpretação e realização de Ben Affleck.

4.0/5Diogo Pinheiro Diogo Pinheiro 29 de Dezembro de 2014 às 02:56

É um bom filme que vale sobretudo pela história.

4.0/5Francisco Francisco 7 de Abril de 2013 às 22:29

4.0

Sinceramente, não percebo a crítica... isto é, a crítica dita "especializada" ou "profissional". O "Argo" é um bom filme, indiscutivelmente de qualidade, mas não é o que alguns sectores querem fazer as pessoas pensar que é. Não é um filme que se tornará intemporal, não é um filme que marque de forma profunda, e exceptuando algumas cenas não é um filme "intenso" como algumas pessoas já afirmaram.

Filme muito bom, interpretações de bom nível (algumas delas muito boas até) e que vale a pena ver, mas não é um marco da sétima arte e que se destaque de alguma forma especial dos demais filmes deste nível.

jeck92 jeck92 4 de Abril de 2013 às 17:00

ate bom filme, tem piada mas irão não gostou muito!

3.5/5Ricardo N. Ricardo N. 28 de Fevereiro de 2013 às 11:58

Se calhar "O Artista" ganhou bem o Oscar...

2.5/5Alex Alex 28 de Fevereiro de 2013 às 02:34

Tenho que concordar com o kimERA, excepto na sua pontuação: não dou mais que 2.5/5 (e já é muito)

3.5/5kimERA kimERA 27 de Fevereiro de 2013 às 19:27

Não percebo como pode um filme destes ganhar o oscar, a única explicação só pode ser que o facto de ser americano, e na academia a maior parte deve ser, altere a forma como percepcionamos este tipo de histórias.

4.0/5Valverde Valverde 11 de Fevereiro de 2013 às 04:08

Argo de Ben Affleck é dotado de uma característica fenomenal. O seu estratégico humor negro político. Estamos perante um filme que nos fala sobre um país que brinca ao faz de contas enquanto outro ferve nas veias uma história de opressão e rancores ancestrais. Não eram, realmente, feitos filmes nos Estados Unidos durante, por exemplo, a guerra do Vietname? Filmes como O Padrinho, Odisseia no Espaço e Patton eram estreados enquanto a nação estadunidense mandava jovens tropas combater contra políticas externas comunistas. E agora, pontos assentes, quem é que se lembrou de ir filmar ficção cientifica ao Irão durante um período tão instável? E ninguém desconfiou? Pelos vistos não. Porque é assim que os Estados Unidos sempre se processaram, é Hollywood afinal de contas. É esta a anedota de Argo. É aqui, que Ben Affleck triunfa, em mostrar que o seu thriller para além de ser dotado de um ritmo perfeito, soa a provocação pura. Que lhe dêem o Oscar, afinal Argo mostra que Hollywood salvou o dia? quer dizer, os canadianos salvaram.