(2011)

poster

Sinopse

Com a invasão de França pelas tropas nazis, dezenas de milhares de refugiados começam a formar-se junto do consulado português em Bordéus, na esperança de aí obterem um visto para Portugal. Obrigado a respeitar a circular de Salazar que determinava a proibição expressa de concessão de vistos a quaisquer refugiados judeus, Sousa Mendes viveu, então, um terrível dilema: se concedesse vistos, arriscava a carreira diplomática e o sustento da sua família; se não o fizesse, todos aqueles milhares de pessoas teriam como destino os campos de concentração nazis.



Visitantes
Visitantes
2.8 (6 votos)
O meu voto
Login / Registo

Detalhes

Ano: 2011
Estreia nacional: 08 de Novembro de 2012
Estreia mundial: 12 de Setembro de 2012

País: Portugal
Género: Drama
Duração: 90 min.
Distribuidora: ZON Lusomundo

Realização:
Francisco Manso, João Correa

Intérpretes:
Vítor Norte, Carlos Paulo, João Monteiro

Links:
www.imdb.com/title/tt2075263

Blogs

2.0/5Portal Cinema - Aristides de Sousa Mendes - O Cônsul de Bordéus
O potencial estava lá, mas Francisco Manso, João Correa, João Nunes e António Torrado não o souberam aproveitar da melhor maneira.”
portalcinema.blogspot.pt, 7/Dez/2012
2.0/5«O Cônsul de Bordéus» – Mais uma oportunidade desperdiçada
Francisco Manso tem boas intenções ao querer adaptar ao cinema todos estes marcos históricos nacionais, mas inconscientemente, ou não, estraga sempre uma boa história com fracos filmes. O herói Aristides de Sousa Mendes merecia muito mais.”
www.cinema7arte.com, 10/Nov/2012
3.0/5Aristides de Sousa Mendes - O Cônsul de Bordéus
(...) este é um filme feito com boas intenções e são essas intenções que a própria fita retrata constantemente, infelizmente sem nunca conseguir alcançar a força desejada.”
Cinematograficamente falando, 8/Nov/2012
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.


Nenhum comentário adicionado.