(2013)

Mama

poster

Sinopse

Duas meninas desapareceram num bosque, no dia em que os seus pais morreram. Anos mais tarde quando são salvas e começam uma nova vida, descobrem que algo ou alguém ainda as quer aconchegar à noite. Há cinco anos, as irmãs Victoria e Lilly desapareceram de casa sem deixar rasto. Desde esse dia, o tio Lucas (Nikolaj Coster-Waldau) e a namorada, Annabel (Jessica Chastain), procuram-nas incessantemente. Quando, já sem esperança, as crianças são descobertas vivas numa decrépita cabana, o casal questiona-se se as meninas serão as únicas convidadas em casa. Enquanto Annabel tenta que as crianças tenham um estilo de vida normal, cada vez mais se convence que existe uma presença demoníaca na sua casa. Estarão as irmãs a sofrer de stress pós-traumático ou será que um fantasma as visita? Como é que sobreviveram tantos anos sozinhas? Ao responder a estas perturbantes questões, a nova mãe vai descobrir que os sussurros que ouve ao deitar vêm dos lábios de uma presença morta.



Visitantes
Visitantes
3.0 (14 votos)
O meu voto
Login / Registo
Crítica
Crítica
1.0 (1 voto)

Detalhes

Ano: 2013
Estreia nacional: 07 de Março de 2013
Estreia mundial: 17 de Janeiro de 2013

País: Espanha
Género: Horror
Duração: 100 min.
Distribuidora: ZON Lusomundo

Realização:
Andrés Muschietti

Intérpretes:
Jessica Chastain, Nikolaj Coster-Waldau, Megan Charpentier

Links:
www.imdb.com/title/tt2023587

Blogs

3.5/5Mamã (bué de fitas)
o ambiente e o visual estão muito bem conseguidos e o filme funciona melhor como thriller do que como filme de terror. o argumento é uma história de fantasmas bem explorada ao início mas que descamba e vai perdendo mística, bastante graças ao uso abusivo de cgi.”
buedefitas.blogspot.pt, 19/Mai/2013
3.0/5Mamã, por Tiago Ramos
A forma que Mamã tem de impressionar a sua audiência é recorrendo aos mecanismos básicos do terror.”
splitscreen-blog.blogspot.pt, 17/Mar/2013
2.5/5Mama
Infelizmente, Mama é fogo-de-vista, o campo dramático é em vão, o argumento que nasceu particularmente de dois sustos da curta de 2008 não possui “corda” para mais e as inverosimilhanças atoam, gerando um desfecho apressado e sem magnitude.”
Cinematograficamente falando, 9/Mar/2013
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

3.0/5Rui  Fernandes Rui Fernandes 8 de Maio de 2013 às 16:28

Na minha opinião eu não vejo este filme como um filme de terror, mas sim um thriller sobrenatural, até porque o filme apresenta muito poucas cenas de terror para um filme de 100 minutos... Em relação ao filme, eu gostei, porque apesar de não mostrar muito terror, é um filme que entretém bem...

3*