O Grande Gatsby (2013)

The Great Gatsby

poster

Sinopse

A história do aspirante a escritor, Nick Carraway, que deixa o Oeste para ir para Nova Iorque na primavera de 1922, uma era de baixa moral, de um jazz deslumbrante e de reis do contrabando. Perseguindo o Sonho Americano, Nick instala-se perto da casa do misterioso milionário Jay Gatsby e também da casa da sua prima Daisy e o seu mulherengo marido de sangue-azul, Tom Buchanan. É assim que Nick é atraído para o cativante mundo dos super-ricos, das suas ilusões, dos seus amores e deceções. Nick assiste, dentro e fora do mundo em que habita, à história de um amor impossível, sonhos incorruptíveis e amargas tragédias, levando-nos até às nossas lutas do mundo atual.



Visitantes
Visitantes
3.2 (24 votos)
O meu voto
Login / Registo
PTGate
PTGate
4.0

Detalhes

Ano: 2013
Estreia nacional: 16 de Maio de 2013
Estreia mundial: 10 de Maio de 2013

País: Austrália, EUA
Género: Drama, Romance
Distribuidora: Columbia TriStar Warner

Realização:
Baz Luhrmann

Intérpretes:
Leonardo DiCaprio, Carey Mulligan, Joel Edgerton, Tobey Maguire, Isla Fisher

Links:
www.imdb.com/title/tt1343092

A crítica

Dificilmente a adaptação de «The Great Gatsby» encontraria melhor altura para dar o ar de sua graça, pela pertinência em falar do "sonho americano"... mais ››
Paulo Figueiredo, Cinema PTGate

Blogs

3.0/5O Grande Gatsby, por Tiago Ramos
O que esta readaptação de O Grande Gatsby perde em subtileza e consistência, ganha em visual, sofisticação, numa espécie de carnaval hiperactivo que permite uma ambiguidade latente. Falta-lhe equilíbrio, claro, mas convenhamos que nas mãos de Baz Luhrmann essa palavra praticamente não existe.”
splitscreen-blog.blogspot.pt, 28/Mai/2013
2.5/5The Great Gatsby
Eis uma obra plástica, visualmente irrepreensível, coreograficamente musical parecendo ter saído de um cabaret carnavalesco e uma banda sonora tão anacrónica que “esquarteja” desde início o clima digno destes anos supostamente prósperos para os EUA.”
Cinematograficamente falando, 18/Mai/2013
2.5/5Crítica a «O Grande Gatsby», por André Olim
O Grande Gatsby é visualmente rico e deslumbrante, mas a execução supérflua atraiçoa a essência da história de F. Scott Fitzgerald, mesmo com uma performance excepcional de DiCaprio.”
terceirotake.blogspot.pt, 17/Mai/2013
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

4.0/5Diogo Pinheiro Diogo Pinheiro 25 de Outubro de 2014 às 15:03

Visualmente arrebatador. Bom.

Valverde Valverde 7 de Novembro de 2013 às 15:43

Quando soube que o The Great Gatsby ia ser novamente adaptado ao cinema pelas mãos de Baz Luhrmann, achei que deixarem o Roland Emmerich fazer filmes não era assim um pecado tão grande. É que o homem destrói cidades com CGI, até agora não destruiu literatura da boa... Bem, mas como me enganei. Talvez seja de gostar mesmo muito do livro, seja como for, fiquei bastante satisfeito com o resultado final do Grande Gatsby. Não é nada do que poderia ser, mas dificilmente seria ou será alguma vez. Esta é a tentativa de recriar com autenticas jogadas de risco (que admiro a Luhrmann) um dos melhores livros de sempre. O resultado deixa de lado certos aspectos da história, mas trás um visual excessivamente entusiástico e exuberante, representações ao mais alto nível (principalmente de Maguire) e, a parte difícil e mais importante, aquilo que Fitzgerald queria dizer, sobre o passado nunca nos largar e sobre a impossível e fatídica remagem contra a maré para o reconstruir, é transmitido fielmente no filme.