(2013)

Pacific Rim

poster

Sinopse

Quando legiões de criaturas monstruosas, conhecidas como Kaiju, começam a emergir do mar, inicia-se uma guerra que pode tirar milhões de vidas e consumir os recursos da Humanidade por vários anos. Para combater os gigantes Kaiju, é criado um novo tipo de arma: enormes robots chamados Jaegers, controlados simultaneamente por dois pilotos, cujas mentes estão presas numa ponte neural. Mas mesmo os Jaegers se mostram indefesos face aos implacáveis Kaiju. À beira da derrota, as forças em defesa da Humanidade não têm outra escolha senão recorrer a dois heróis improváveis – um ex-piloto e um inexperiente estagiário - que se juntam para conduzir um lendário mas aparentemente obsoleto Jaeger. Juntos, eles são a última esperança da Humanidade face ao apocalipse.



Visitantes
Visitantes
3.4 (27 votos)
O meu voto
Login / Registo
PTGate
PTGate
3.0

Detalhes

Ano: 2013
Estreia nacional: 18 de Julho de 2013

País: EUA
Género: Acção, Aventura, Fantástico
Duração: 131 min.
Classificação: M/12
Distribuidora: Columbia TriStar Warner

Realização:
Guillermo del Toro

Intérpretes:
Charlie Hunnam, Diego Klattenhoff, Idris Elba, Rinko Kikuchi

Links:
www.imdb.com/title/tt1663662

A crítica

A análise que se pode fazer a «Pacific Rim» é a de um filme que possui todos os requisitos de um blockbuster, mas o argumento de um série B. Ou melhor, este é... mais ››
Paulo Figueiredo, Cinema PTGate

Blogs

3.5/5«Batalha do Pacífico» – O blockbuster americano encontra o Kaiju japonês
Um filme bastante longe do valor poético de “O Labirinto de Fauno” mas ainda mais longe do triste caos insosso de “Transformers”.”
www.cinema7arte.com, 29/Jul/2013
3.0/5Pacific Rim
(...) invoca um estilo próprio e alegórico da anime japonesa e a estrutura intacta do cinema de entretenimento norte-americano, aliás neste ultimo caso, Guillermo Del Toro prova estar acima de Michael Bay e Roland Emmerich em relação aos cânones desse ensaio cinematográfico pipoqueiro.”
Cinematograficamente falando, 20/Jul/2013
2.0/5Crítica a «Batalha do Pacífico», por André Olim
Ruidoso, confuso e recheado de frases feitas, Batalha do Pacífico é uma amálgama alarmante onde o toque de Midas de Guillermo del Toro para o fantástico e imaginativo parece ter secado.”
terceirotake.blogspot.pt, 18/Jul/2013
sugerir um link

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

4.5/5lucas lucas 17 de Novembro de 2013 às 23:52

Há já algum tempo que não me divertia tanto a ver um filme. Guillermo Del Toro prova mais uma vez que consegue fazer filmes criativos, únicos e cheios de vida.
O argumento em si consegue destacar-se e as interpretações dos actores estão boas. Mas o filme ganha sobretudo pelas cenas de lutas robots vs Kaiju.

4.0/5Valverde Valverde 29 de Outubro de 2013 às 15:09

A grande produção de Del Toro não é ainda a adaptação das Montanhas da Loucura de Lovecraft. Mas, se Pacific Rim serve para dizer que o realizador mexicano sabe trabalhar bem com grandes orçamentos, missão cumprida. Este filme de robots e kaijus é um filme bem sucedido que tenta á força toda deslargar-se da forma insípida como alguns do género se processam (ex: Transformers) e dá sangue e vida aos seus personagens, fazendo-os uma parte interessante de acompanhar quando não estamos a assistir ao espectáculo de CGI criado. Quanto a esse departamento, caramba, o filme é um autêntico fogo de artíficio cheio de requinte e classe. Desde a arquitectura dos kaijus á dos robots, desde as lutas e as cores caleidoscópicas que iluminam os combates na cidade, as assombrosas imagens do oceano revolto nos combates... tudo isto eleva Pacific Rim a um nível que entretém absolutamente, sem - ironicamente - ser monotonamente robótico.